Maguito reforça a criação do IPTU Social, que isenta o imposto de famílias carentes

O IPTU Social, como foi chamado, é direcionado à pessoas que moram em imóveis alugados ou próprios até R$ 60 mil ou até R$ 100 mil.

0
Candidato à Prefeitura de Goiânia, Maguito Vilela
Maguito é ex-governador de Goiás e ex-prefeito de Aparecida de Goiânia. (Foto: Reprodução / Instagram)

Nesta quinta-feira (15), o convidado do Jornal Bandeirantes na rodada de entrevistas que a Rádio Bandeirantes Goiânia vem fazendo com o candidatos à prefeito de Goiânia foi o candidato Maguito Vilela (MDB), ex-governador de Goiás, ex-deputado federal e ex-prefeito de Aparecida de Goiânia. Durante a entrevista, Maguito reforçou sua intenção de criar o IPTU Social.

O IPTU Social, como foi chamado, é direcionado à pessoas que moram em imóveis alugados ou próprios até R$ 60 mil ou até R$ 100 mil. A proposta prevê a isenção do Imposto Predial E Territorial Urbano (IPTU), para pessoas que morem em imóveis até esses valores. A condição é para família que estejam desempregadas.

Além da isenção do IPTU, Maguito promete o pagamento de um auxílio de R$ 300 direcionado à pessoas de baixa renda. Segundo Maguito, o benefício será creditado pela prefeitura após o fim do auxílio emergencial, que vai até o final deste ano. De acordo com Maguito, a “ajuda” seria pega por seis meses. “Essas famílias vão sofrer muito com o desemprego, quase todos tem filhos e a prefeitura, o estado e a União tem a obrigação de ajudá-los e nós vamos fazer isso em consonância com as unidades filantrópicas”, projeta o candidato.

Transporte público

Um dos assuntos mais discutidos entre os candidatos à prefeito neste ano é o transporte público da capital. Maguito afirma que se eleito, irá liderar a discussão para melhoria do setor com a ajuda de outros atores importantes. “São vários os atores para resolver o problema. Não quero ser um candidato irresponsável, chegar e dizer que vou resolver o problema assim e assado. Eu vou liderar esse processo reunindo todos os atores, convidar o governo do estado, as cidades da região metropolitana, as empresas e resolvermos esse problema”, completa o candidato.

Segundo Maguito, é preciso ter liderança para discutir o problema com reponsabilidade. Além disso, Maguito afirma que a prefeitura tem recursos para construir mais eixos de ônibus na capital, e mesmo que não tenha, pode buscar onde tem. “O mundo tem recursos, os fundos, investimentos tem recursos, bancos tem recursos”, diz Maguito.

Veja a entrevista completa com o candidato à Prefeito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB) cedida à Rádio Bandeirantes Goiânia com o apresentador Altair Tavares.


Leia mais:

Virmondes diz que se eleito, não fará da Prefeitura um “trampolim” para 2022

Adriana Accorsi afirma que, se eleita, irá concluir obras e priorizar a saúde pública

“O poder público tem que assumir o caixa de arrecadação do sistema de transportes”, diz Elias Vaz

Manu Jacob diz que pretende rever contrato de concessão com empresas do transporte público

Major Araújo projeta construir um metrô e fazer alterações no Plano Diretor de Goiânia

Samuel Almeida critica o modelo do transporte coletivo e defende a criação de um vale creche

“Quero ser prefeito para mudar a realidade da cidade, tem que avançar mais”, diz Vanderlan

Baseado em projeto europeu, Alysson Lima quer criar unidades de saúde móvel em Goiânia

Talles Barreto sobre o transporte coletivo: “vamos colocar a passagem a R$ 2,00”

IPTU Verde: projeto do PV visa incentivar criação de áreas de absorção de água no solo

Fábio Júnior propõe redução de tarifa do transporte coletivo, em Goiânia