Ocupação dos leitos de UTI em Goiás e Goiânia chega a 99% nesta segunda-feira

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é um dos indicadores que podem alterar as medidas restritivas adotadas pelos atuais decretos em vigor.

0
Leito de UTI em Goiânia
A SMS de Goiânia conta com 460 leitos destinados à Covid-19, sendo 254 de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 206 de enfermarias. (Foto: Reprodução / Prefeitura de Goiânia)

A taxa de ocupação dos leitos de UTI, um dos indicadores que pode alterar os decretos atuais que estão em vigor, chegou a 99% tanto na rede municipal de Saúde de Goiânia, quanto na rede estadual. O Painel da Covid-19 de Goiás informou que apenas dois leitos de UTI estavam disponíveis início da manhã desta segunda-feira (08), sendo um em Catalão e outro em São Luís de Montes Belos. A taxa na rede estadual chegou a 99,53% de ocupação.

Já em Goiânia, o boletim epidemiológico publicado nesta segunda-feira, informou que além dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), os leitos de enfermarias também chagaram ao índice de 99% de ocupação. Nas redes sociais, a Prefeitura de Goiânia fez um apelo: “Tenha empatia! Fique em casa! Evite aglomerações! Use máscara! Limpe as mãos com álcool em gel! Faça isso por você e por quem você ama!”, diz o texto.

Na rede estadual de Saúde, Goiás conta com 429 leitos de UTI e 491 leitos de enfermarias. Segundo o painel, às 10h30 desta segunda, apenas quatro leitos de UTI estavam disponíveis. Além disso, os leitos de enfermarias estão com 89% de ocupação, tendo 51 ainda disponíveis nas unidades de saúde destinadas ao tratamento da Covid-19.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia, conta com 460 leitos destinados à Covid-19, sendo 254 de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 206 de enfermarias. Goiânia tem 115.648 confirmações, e 2.751 óbitos confirmados até o momento. Além disso, 111.483 pessoas se recuperaram da doença.


Leia mais: Em uma semana, fiscalização autuou e fechou 215 estabelecimentos em Goiânia