Governo anuncia a abertura de 50 novos leitos de UTI em Goiás nesta semana

De acordo com o governo, a expansão se faz necessária devido ao aumento sustentado da taxa de ocupação hospitalar.

0
UTI Covid-19 Goiás
Entretanto, a gestão defende que, para frear a disseminação do vírus e o avanço da pandemia, somente a abertura de leitos não é suficiente. (Foto: Secom Senador Canedo)

O governador Ronaldo Caiado (DEM) prepara a abertura de mais 50 Unidades de Terapia Intensiva (UTI), destinados a pacientes com a Covid-19, em diferentes regiões do Estado. De acordo com o governo, a expansão se faz necessária devido ao aumento sustentado da taxa de ocupação hospitalar. Entretanto, a gestão defende que, para frear a disseminação do vírus e o avanço da pandemia, somente a abertura de leitos não é suficiente.

Está prevista a abertura de 11 leitos de UTI em Quirinópolis, no Sudoeste goiano; nove em São Luís de Montes Belos, na região Oeste; e dez em Itumbiara, no Sul do Estado. Até 1º de abril, outros 20 serão abertos no Hospital das Clínicas Dr. Serafim Carvalho, unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), localizada em Jataí. Essas estruturas estão distribuídas em 20 hospitais, localizados em 15 diferentes municípios de todas as cinco macrorregiões de saúde goiana.

Além destas 50 novas UTIs, nos últimos dias o Governo de Goiás abriu mais 118 leitos para pacientes críticos. Destes, 24 estão na capital, sendo dez no Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer) e 14 no Hospital de Campanha para enfrentamento do coronavírus (HCamp) de Goiânia.

Já no interior foram criadas 94 unidades críticas em parceria com prefeituras, além de unidades próprias e conveniadas. Localizados em oito municípios, os leitos recém criados estão em Itumbiara (10), Luziânia (10), Mineiros (5), Nerópolis (26), Porangatu (5), Rio Verde (25), Senador Canedo (11) e Trindade (2).


Leia mais: Sandro Mabel revela que empresários recuaram na compra de vacinas contra a Covid-19