Desemprego recua, mas ainda antige 12,6 milhões de brasileiros

0
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou hoje, 27, a taxa de desemprego no trimestre encerrado em agosto país. Segundo o levantamento, a taxa de desocupação recuou para 11,8%, mas ainda são 12,6 milhões de pessoas sem emprego em todo o país. No mesmo período do ano passado, o índice era de 12,1% e 12,3% no trimestre encerrado em maio deste ano.

A expectativa do mercado era que o desemprego chegasse 11,6% em agosto.

A população ocupada (93,6 milhões) cresceu 0,7% em relação a maio (mais 684 mil) e 2% na comparação com agosto do ano passado (mais 1,84 milhão de pessoas).

O número de brasileiros que estão subocupados por insuficiência de horas trabalhadas, ou seja, aquelas que trabalham menos de 40 horas por semana considerando todas as suas atividades, cresceu 8,5% em relação ao mesmo período do ano passado e alcançou novo recorde: 7,2 milhões de pessoas.

O Brasil tem no total, 27,8 milhões de trabalhadores subutilizados: desempregados, desalentados (pessoas que desistem de procurar emprego), pessoas que trabalham menos de 40 horas por semana e gostariam de trabalhar mais e aqueles que procuraram, mas não poderiam trabalhar naquele momento.

Leia mais:

Composição de renda é alternativa para conseguir a casa própria

Torcedora brasileira conquista o prêmio Fifa Fan Award