Caiado inaugura 5º Hospital de Campanha em Goiás na cidade de Itumbiara

O Hospital São Marcos inicia atendimento com 70 leitos já disponíveis e capacidade para chegar a 200 vagas de internação.

0
Governador Ronaldo Caiado inaugurando hospital
O HCamp de Itumbiara começa a funcionar com 50 leitos de enfermaria e 20 de UTIs disponíveis para o atendimento. (Foto: divulgação / Secom)

Após anos de portas fechadas, o Hospital São Marcos foi reinaugurado pelo governador Ronaldo Caiado e será o quinto Hospital de Campanha (HCamp) em Goiás. A unidade passa a atender, pelos próximos seis meses, exclusivamente pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19.

Na sequência, se manterá como referência local, já que é o primeiro hospital público com leitos públicos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na região. “Terminado o coronavírus, o São Marcos será um hospital regional do Estado de Goiás. Ele será referência da boa medicina e também da qualidade do ensino médico, já que temos um curso de medicina aqui no município”, ressaltou o governador, referindo-se ao polo da Universidade Estadual de Goiás (UEG) que oferece o curso na cidade.

Capacidade e investimento

O HCamp de Itumbiara começa a funcionar com 50 leitos de enfermaria e 20 de UTIs disponíveis para o atendimento, mas com capacidade para chegar a 170 leitos de enfermeira e 30 de UTIs. Tudo custeado pelo Governo de Goiás.

Além de investimentos estaduais, o hospital vai receber verbas de emendas parlamentares destinadas pela bancada goiana na Câmara Federal. De acordos com o deputado federal José Nelto, só para a saúde de Goiás, foram repassados R$ 39 milhões em emendas. Para o novo HCamp, foram destinamos R$ 542 mil.

A inauguração do Hospital São Marcos foi acompanhada também pelos prefeitos José Antônio (Itumbiara), Dr. Winicius (Edealina), Zezinho Vieira (Goiatuba); José Willian (Panamá) e Renata Borges (Araporã-MG); pelo secretário de Estado da Comunicação, Tony Carlo; pelo bispo diocesano de Itumbiara, Dom Fernando Bronchini; pelo procurador da Regional de Itumbiara, Fernando César; além do promotor de Justiça Cleiton Korb; comandantes da Polícia Militar e juízes de Direito.


Leia mais: Prefeitura de Goiânia acata decreto estadual e determina fechamento de comércio