20.8 C
Goiânia
quinta-feira, 27, janeiro 2022
- Anúncio -

Apresentados, Barcia e Renan esperam fazer sucesso com a camisa do Dragão

Goleiro e atacante chegam para compor o grupo atleticano e estão confiantes em mais uma boa temporada do clube

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O Dragão apresentou oficialmente os reforços Renan e Leandro Barcia, que passam a compor o elenco rubro-negro para 2022. Com apenas 5 jogos realizados na última temporada, devido à sequência de lesões que viveu, Barcia fala sobre sua chegada ao Dragão e comenta sobre seu estado clínico e físico para iniciar 2022:

“Estou aqui para fazer o meu melhor. Todos sabem que o ano passado foi muito difícil para mim, mas já superei. Agora estou aqui no Atlético fazendo o meu melhor, treinando com o grupo. Fiquei impressionado com a estrutura e com o trabalho realizado aqui no Atlético. Vou dar o meu melhor para fazer um grande ano”.

“A verdade é que eu estou muito bem fisicamente. Passei por muitos exames médicos aqui, está tudo bem. Estou treinando normal com o grupo desde o primeiro dia. Venho no mesmo ritmo dos demais jogadores, é claro que todos nós precisamos pegar ritmo de jogo e focar nos treinos físicos, mas nada além disso, estou preparado”, finaliza.

Renan, por sua vez, retorna ao Brasil após 5 anos atuando na Europa. O goleiro comemora o acerto com o Dragão e comenta sobre a responsabilidade de chegar para uma posição com passagens recentes de jogadores com grande sucesso:

“Agradeço à diretoria e ao nosso treinador pela confiança no meu trabalho, espero retribuir e fazer um grande ano. Chego muito motivado e muito feliz, tive outras situações, mas, sem dúvida, o Atlético era diferenciado. A organização e o ambiente profissional nos deixam bem para trabalhar, as condições são as melhores, o clube está de parabéns”.

“Foi uma época muito boa na Bulgária, experiência incrível. Jogando torneios europeus, grandes jogos e grandes competições, muitas conquistas. Mas deu vontade de estar mais próximo da família, voltar ao Brasil. Foi fácil aceitar a proposta do Atlético. Sei da responsabilidade, acompanhei tanto a passagem do Fernando (Miguel) e do Jean, vi que foram muito bem. Mas não tem como comparar, chego para fazer o meu trabalho e mostrar no dia-a-dia”, declara.

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -