16.8 C
Goiânia
domingo, 29, maio 2022
- Anúncio -

Após reunião de diretório, MDB aprova composição com DEM em Goiás

Dos 28 prefeitos da sigla no estado, apenas Gustavo Mendanha foi contrário à união

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Conforme adiantado pelo Jornal da Bandeirantes, confirmou-se o que já estava previsto. De 160 cartas apresentadas por diretórios municipais do MDB goiano, 146 foram favoráveis a aliança com a chapa a ser liderada pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) para as eleições de 2022. O resultado da consulta feita aos diretórios foi apresentado na tarde desta quinta-feira (16), pelo presidente da sigla, Daniel Vilela, na reunião da Executiva, em Goiânia.

O partido é um dos principais cotados para indicar o candidato a vice-governador na chapa do atual governador Ronaldo Caiado. O nome que é ventilado com mais força é o do próprio Daniel Vilela. A composição também foi ratificada por 27 de 28 prefeitos emedebistas de Goiás. O único gestor do partido contrário à união é Gustavo Mendanha, prefeito de Aparecida de Goiânia, que não estava presente na reunião.

Questionado sobre a possibilidade de Gustavo Mendanha deixar o partido, e de que, possivelmente, serem adversários nas eleições do ano que vem, Daniel Vilela disse que ninguém está acima do partido e que todo o processo da consulta dos diretórios dos municípios foi “um processo democrático dentro do partido” e que ele tem que vai “respeitar a decisão da maioria, mesmo que seus interesses pessoais e partidários fossem diferentes da vontade da maioria”.

Mendanha lamenta

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, publicou em suas redes sociais um texto lamentando o provável apoio do MDB ao DEM, do governador Ronaldo Caiado, nas eleições 2022. No post, Mendanha afirmou que o partido das multidões, da redemocratização, de Iris e Maguito, declina em sua grandeza a um futuro de incertezas.

Gustavo continuou e afirmou que não tem resposta para o que ocorre agora e declarou que “não irá participar de tamanha incoerência”. O prefeito de Aparecida escreveu ainda que pode até sair do MDB, mas que a chama desse partido estaria sempre com ele. Por fim, o prefeito de Aparecida informou que a decisão será tomada nos próximos dias após consulta com o povo.


Leia mais: “Vou continuar insistindo pela candidatura própria”, diz Gustavo Mendanha sobre possível aliança entre MDB e DEM

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -