Após idosos, pessoas com comorbidades serão prioridade na vacinação, em Goiás

Além de pessoas com comorbidades, portadores de síndrome de down e pessoas do Espectro Autista também serão prioridades.

0
Vacinação Goiás
O estado recebeu 187.750 doses de imunizantes contra a Covid-19. (Foto: André Saddi / Secom Goiás)

Durante coletiva de imprensa na madrugada desta sexta-feira (16), o governador Ronaldo Caiado (DEM), falou sobre os próximos passos da vacinação em Goiás. De acordo com Caiado, é possível vacinar todos os idosos de até 60 anos ou mais neste mês de abril. Em seguida, os grupos prioritários serão pessoas com comorbidades e portadores de síndrome de down e pessoas do Espectro Autista. O estado recebeu 187.750 doses de imunizantes.

“Seguimos com o prognóstico de que, até o fim do mês de abril, poderemos adiantar até as pessoas com 60 anos de idade”, projetou Caiado, sobre as faixas etárias a serem imunizadas. “A partir daí, uma nova regra será colocar todos os pacientes com maiores comorbidades, os submetidos a tratamentos oncológicos e diálises, pessoas com síndrome de down e autismo”, detalhou. “São pontos que vamos inserir após os 60 anos”, disse.

Dos 187.750 imunizantes contra a Covid-19 recebidos nesta sexta, a 13ª encaminhada pelo Ministério da Saúde (MS) ao Estado, 114.955 serão destinadas para aplicação da primeira dose. O restante, 72.795, vão para a segunda. Das 114.955 doses para primeira aplicação, 101.478 foram produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Os demais 13.477 imunizantes são da CoronaVac, feita no Instituto Butantan, assim como toda a carga destinada para segunda dose.

Os imunobiológicos ficarão armazenados na capital e começarão a ser distribuídos, já na manhã desta sexta-feira, após conferência de técnicos da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO). Serão 18 Regionais de Saúde que receberão a remessa e, em seguida, farão o repasse a todos os 246 municípios goianos.


Leia mais: Goiás recebe 187 mil doses de vacinas para aplicação da primeira e segunda dose