13.8 C
Goiânia
sábado, 25, junho 2022
- Anúncio -

Ao lado de Rogério Cruz, Mendanha recebe apoio do PL, de Magda Mofatto

O deputado federal do Republicanos João Campos, muito próximo de Rogério Cruz e que almeja disputar a eleição para o Senado, em 2022, também esteve no palanque com Mendanha.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Ao lado de diversas liderança políticas, inclusive do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), o presidente do PL em Goiás, Flávio Canedo, reforçou apoio à pré-candidatura de Gustavo Mendanha (sem partido) ao governo de Goiás, em 2022.

Canedo já proferiu afagos e promessas de apoio a Mendanha também noutras ocasiões. Desta vez, as palavras de incentivos e alianças foram no aniversário da deputada federal Magda Mofatto (PL). Com palavras diretas e peremptórias, o presidente disse que o apoio será a Gustavo.

“O PL não tem medo. Quando o PL declarou apoio ao Gustavo, pré-candidato ao Governador, nós não condicionamos nada. Nem a vinda dele ao PL. Tudo bem que seria um sonho de nós do PL seria a vinda dele. Mas independente do PP, PSL… qualquer partido, PP, PT não. O PL estará ao seu lado, Gustavo”, disse Canedo.

Como vem acontecendo em diversos municípios, elogios intensos acerca da gestão de Mendanha, neste evento Canedo também destacou o desempenho do chefe do Executivo aparecidense.

“Porque ele precisa só fazer pelo povo do estado de Goiás, o que ele faz pelo povo de Aparecida. É só fazer a administração que ele faz em Aparecida no estado de Goiás. É isso que Goiás precisa. É de gente que tenha vontade de fazer e o Gustavo tem vontade e vai fazer pelo nosso estado, por isso que o PL sempre vai estar ao seu lado. Você é nosso próximo governador”, disparou.

Em sua fala, Mendanha continuou com um discurso moderador e respeitoso, sem provocações e mostrando que todos os convites são analisados com prudência e responsabilidade.

“As pessoas perguntam se eu tenho coragem de deixar a Prefeitura de Aparecida de Goiânia e eu não vou dizer que é fácil responder”, ponderou. “Alguns partidos me convidaram. Alguns me disseram, que independente de ser do partido, querem que eu seja candidato a governador. Até hoje, eu não me posiciono como candidato”, pontua.

Noutra fala, Gustavo cita a aniversariante, Magda, e destaca que é preciso estudar bem o estado de Goiás para oferecer à população soluções.

“Primeiro, Magda, precisamos fazer uma radiografia do estado, daquilo que nós precisamos construir. Segundo, reunir pessoas de bem, que queiram ouvir e conhecer, além de ajudar a transformar a cidade de Goiás”, frisa.

Gustavo Mendanha, dirigindo a palavra ao seu colega Rogério Cruz, disse que a prefeitura nunca parou de trabalhar nesse período de pandemia da covid-19, que continuou entregando obras e apresentando projetos para a população.

“Se tem uma coisa que não fizemos Rogério, não ficamos inventando desculpas para não trabalhar, não produzir e não investir. Nesses últimos anos, foram dezenas de bairros que foram asfaltados, diversas escolas, CMEIS, centro de especialidades e eu poderia falar inúmeras obras”, disse.  

Nas eleições de 2020, Gustavo Mendanha recebeu mais de 95% dos votos em Aparecida de Goiânia para ser reeleito. O político chegou a se licenciar do cargo de prefeito para se unir à chapa Maguito Vilela e Rogério Cruz e pedir votos para estes, que foram eleitos em Goiânia.

O deputado federal do Republicanos João Campos, muito próximo de Rogério Cruz e que almeja disputar a eleição para o Senado, em 2022, também esteve no palanque com Mendanha.


Leia mais: Após demissão de Maurício Souza, apoiadores do jogador se manifestam contra o Minas Clube

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -