19.8 C
Goiânia
domingo, 26, junho 2022
- Anúncio -

“A Vida por um Fio”: campanha da segurança pública de Aparecida visa conscientizar população

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

A Prefeitura de Aparecida de Goiânia, por meio da Secretaria de Segurança Pública e da Guarda Civil Municipal (GCM), lança nesta quinta-feira (23), a partir das 15h, a 11ª edição da Campanha Educativa A Vida por um Fio. O objetivo da é o de conscientizar a população, principalmente crianças e adolescentes, sobre o uso ilegal e perigoso de linhas cortantes, seja de cerol ou linha chilena.

Durante os meses da campanha, que se estende até agosto, as equipes da Guarda Civil intensificarão a fiscalização de rotina, percorrendo todos os bairros da cidade para alertar a população e coibir o comércio e uso de linhas cortantes na brincadeira de empinar pipa.

“Linha com cerol, chilena ou indonésia como são chamadas, podem tirar a vida de alguém e transformar uma brincadeira em tragédia. Nosso objetivo é conscientizar crianças, adolescentes e jovens sobre o uso perigoso e também alertar comerciantes de que a venda desse tipo de material é perigoso e proibido por lei”, afirma o secretário municipal de Segurança Pública, Roberto Cândido.

O secretário explica que a intensificação do monitoramento com a campanha é necessário, pois nestes meses de férias escolares e de meses com mais ventos, é comum ter mais pessoas nas ruas utilizando as pipas como brincadeira. “Nos outros anos apreendemos milhares de linhas e carretéis irregulares, por isso intensificamos sempre a campanha nesses meses”, disse Cândido.

A população também pode ajudar na fiscalização e registrar denúncia anônima por meio do telefone 153 ou enviar mensagem de texto para o WhatsApp da Guarda Civil 3545-5992.

Lei municipal

A legislação que regulamenta a brincadeira em Aparecida proíbe o uso e venda de “linha cortante, cerol ou vidro moído” no comércio formal e informal. O comerciante que vender esse tipo de material terá o produto apreendido e será encaminhado à autoridade policial. Além disso, será aplicada multa no valor de R$ 3 mil a cada infração cometida.


Leia mais: Goiânia adere a sistema que permite pagar impostos com cartão de crédito, além de parcelar valores

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -