Rogério Cruz adia prestação de contas após morte de servidor, por Covid-19

O presidente da Câmara, Romário Policarpo (Patriota), decretou luto oficial de três dias.

0
Rogério Cruz e Wilson Violati
Wilson era torcedor fanático do Atlético Clube Goianiense e usava as cores do clube na máscara de proteção. Foto: Reprodução)

A primeira prestação de contas do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), que estava prevista para esta segunda-feira (12), foi adiada para terça-feira (13). O motivo foi o falecimento de um dos mais antigos funcionários da Câmara Municipal de Goiânia, o coordenador de manutenção e serviços gerais, Wilson Violati.

O servidor tinha 68 anos e estava internado no Hospital Urológico desde o dia 24 de março, teve de ser transferido para um leito de Unidade de Terapia Intensiva em quatro de abril e faleceu neste sábado (10), em decorrência de complicações da Covid-19. De acordo com as informações, ele atuava na Casa há 39 anos. O presidente da Câmara, Romário Policarpo (Patriota), decretou luto oficial de três dias.

Rogério Cruz, manifestou pesar por meio da assessoria da prefeitura. “Estou consternado com a notícia de morte do senhor Violati, com quem convivi durante 8 anos no período em que estive lá e que não ouvi uma reclamação sequer sobre a sua postura. Uma pessoa íntegra, leal, de bom convívio com todos e com uma qualidade de serviço impressionante. É uma perda muito grande para a família, para a Casa legislativa e também para os goianienses”, lamentou o prefeito.

Prestação de contas

Em cumprimento ao que estabelece a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o prefeito de Goiânia vai prestar contas ao legislativo sobre o cumprimento das metas fiscais do Município referentes ao primeiro trimestre de 2021. Ele também irá mostrar os resultados das ações da Prefeitura já aplicadas como o Renda Família e o IPTU social, dois dos principais projetos que constam no plano de governo.

Segundo a prefeitura, Rogério Cruz vai apresentar também dados sobre o avanço da vacinação em Goiânia e a evolução da doença, bem como as medidas adotadas para conter a disseminação do vírus. Uma delas, o monitoramento e acolhimento de pessoas com sintomas de Covid-19 em hotel exclusivo e preparado para receber pessoas em condição de rua, entre outras ações de combate à pandemia.


Leia mais: Governo de Goiás confirma que não fechará comércio na próxima semana