Pai é preso suspeito de torturar o filho de 8 anos, em Goiânia

As investigações também apontaram que o suspeito submetia o filho a intensas sessões de crueldade, ocasionando sofrimento físico e mental a criança.

0
A prisão dele integrou a operação Cruciatus, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Goiânia. (Foto: Reprodução)

Um homem de 25 anos foi preso na última segunda-feira (7) suspeito de torturar o próprio filho de apenas 8 anos, em Goiânia. Segundo informações da Polícia Civil, a criança relatou que o pai o agredia de diversas formas, entre elas fazendo o uso de um fio e que o mesmo instrumento era utilizado também para dar choques elétricos no menino.

A criança ainda relata que o pai descascava o fio e o ligava na tomada. Em seguida, de acordo com o menino, o suspeito colocava o fio energizado em seus braços, barriga, pernas e pés. O agressor também teria tentado arrancar as unhas da vítima.

As investigações também apontaram que o suspeito submetia o filho a intensas sessões de crueldade, ocasionando sofrimento físico e mental a criança. O pai acordava o menino pela madrugada, pegava um balde e fazia sessões de afogamento. O filho relatou ainda que ele era jogado no chão e, enquanto o pai pisava no seu pescoço e cabeça, puxava sua língua com um alicate.

O suspeito foi preso em sua casa que fica localizada no setor Jardim Bella Vitta, em Goiânia. A prisão dele integrou a operação Cruciatus, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Goiânia. Após ser preso, o homem foi encaminhado ao presídio, onde permanece à disposição da justiça.

Leia mais:

Ronaldo Caiado reafirma defesa da Copa América em Goiás