20.8 C
Goiânia
quinta-feira, 27, janeiro 2022
- Anúncio -

Justiça marca nova data para júri popular dos acusados de assassinar Valério Luiz

Valério Luiz foi morto ao sair da Rádio Bandeirantes, na qual o cronista esportivo trabalhava, em julho de 2012.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Os cinco acusados pelo assassinato do jornalista e radialista Valério Luiz, ocorrido em julho de 2012, vão a júri popular em 2022. A nova data foi divulgada pelo advogado Valério Luiz Filho, presidente do Instituto Valério Luiz, que comemorou a nova data para julgamento dos réus. Valério Luiz foi morto ao sair da Rádio Bandeirantes, na qual o cronista esportivo trabalhava.

Quase nove anos após a morte, o juiz Lourival Machado da Costa, da 4ª Vara de Crimes Danosos Contra à Vida marcou para o dia 14 de março de 2022 a nova data para o júri popular dos réus que são acusados de cometer o assassinato. Será no Plenário do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO).

Serão submetidos ao júri o cabo da Polícia Militar Ademá Figuerêdo Aguiar Filho, o sargento reformado da Polícia Militar Djalma Gomes da Silva, Urbano de Carvalho Malta, Marcos Vinícius Pereira Xavier e o ex-cartorário e ex-presidente do Atlético Clube Goianiense, Maurício Borges Sampaio.

Segunda data para o julgamento

É a segunda vez que a Justiça goiana marca uma data para o julgamento dos réus. A primeira foi marcada para o dia 13 de junho de 2020, porém foi adiada por causa da pandemia de Covid-19, segundo o TJ. Anteriormente, o caso ficou parado desde que o juiz Jesseir Coelho de Alcântara pediu afastamento. Alcântara alegou sua saída acontece “por motivo de foro íntimo”.


Leia mais: Voo do Atlético não consegue pousar em Chapecó e jogo pode ser adiado

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -