Itajá terá nova eleição para prefeito em 2021

0

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu na madrugada deste sábado (19), que o prefeito de Itajá, Renis César de Oliveira (DEM), reeleito no último dia 15 de novembro, não poderá tomar posse em 1º de janeiro. Segundo a decisão do TSE, o prefeito, que foi reeleito, cumpriria o terceiro mandato consecutivo, o que proibido pela justiça brasileira.

Renis foi vice-prefeito entre 2012 e 2016, chegando a assumir o cargo de prefeito por 12 dias. Nas eleições de 2016, Renis foi eleito prefeito, sendo reeleito em 2020, porém, no entendimento do TSE, ele iria exercer um terceiro mandato a partir de 2021.

Uma nova eleição será convocada no município em 2021.