Governo sanciona lei que impede obrigatoriedade de vacinação contra a Covid-19, em Goiás

Goiás irá seguir as datas estabelecidas pelo Plano Nacional de Imunização que ainda não tem especificações.

0
Obrigatoriedade vacinação covid-19
O texto foi publicado no suplemento Diário Oficial do Estado nesta terça-feira. (Foto: Divulgação / Secom)

Nesta terça-feira (12), o governador Ronaldo Caiado (DEM), sancionou o Projeto de Lei (PL), que impede a obrigatoriedade da vacinação contra a Covid-19 no estado de Goiás. Nenhum cidadão será obrigado a tomar a vacina, seja qual for, de forma compulsória. O texto foi publicado no suplemento Diário Oficial do Estado nesta terça-feira.

O texto diz que fica “assegurado à pessoa residente no Estado de Goiás o direito de não se submeter de forma compulsória à vacinação adotada pelo Poder Público para o enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da COVID-19”. O projeto foi apresentado pelo deputado estadual Humberto Teófilo (PSL), em novembro de 2020.

Goiás irá seguir as datas estabelecidas pelo Plano Nacional de Imunização que, ainda não tem especificações. O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse em entrevista que a imunização começará no “dia D e na hora H”, mas sem dar detalhes sobre o Plano. Goiás já adquiriu cerca de 3,8 milhões de seringas e agulhas que serão usadas na aplicação do imunizante.


Leia mais: Primeira testagem de Covid-19 na população começa nesta quarta, em Goiânia