21.8 C
Goiânia
sábado, 25, junho 2022
- Anúncio -

Goiás tem 233 casos confirmados e 15 mortes por novo coronavírus

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) no início da tarde desta segunda-feira (13), informou que há 233 casos de doença pelo coronavírus (Covid-19) confirmados em Goiás. Destes, há 15 óbitos, nas cidade de Goiânia, Luziânia, Aparecida de Goiânia, Rio Verde, Pires do Rio, Paraúna e Goiandira.

A secretaria investiga 3.701 casos de pessoas que apresentam os sintomas da doença e aguardam resultado de exame para saber se estão infectadas com o novo vírus. Outros 1.675 casos foram descartados.

Há, até o momento, 15 óbitos confirmados de residentes de Goiás, sendo nos municípios de Aparecida de Goiânia (1), Goiandira (1), Goiânia (7),  Luziânia (2), Paraúna (1), Pires do Rio (1), Rio Verde (1) e Valparaíso de Goiás (1). De acordo com a pasta
Já foram descartados 18 óbitos nos municípios de Águas Lindas de Goiás (1), Bela Vista de Goiás (1), Bonfinópolis (1), Caldas Novas (1), Edealina (1), Goiânia (6), Inhumas (1), Iporá (1),  Luziânia (1), Mineiros (1), São Luís dos Montes Belos  (1), Senador Canedo (1) e Valparaíso de Goiás (1).

A maioria dos confirmados se concentram em Goiânia: são 130. Os demais foram registrados nos municípios de Águas Lindas de Goiás (2), Aloândia (1), Anápolis (18), Anhanguera (1), Aparecida de Goiânia (5)*, Bela Vista de Goiás (1), Bom Jesus de Goiás (1), Caldas Novas (1), Campestre (1), Catalão (1), Cidade Ocidental (2), Formosa (1), Goiandira (1)*, Goianésia (10), Goiatuba (1), Guapó (1), Itaguaru (1), Itumbiara (5), Jataí (4), Luziânia (8)*, Montividiu (1), Nerópolis (1), Nova Glória (1), Nova Veneza (1), Paranaiguara (1), Paraúna (1), Pires do Rio (1)*, Professor Jamil (1), Rialma (2), Rio Verde (13)*, São Luís dos Montes Belos (2), Senador Canedo (1), Silvânia (1), Trindade (3), Valparaíso de Goiás (6)* e Vianópolis (1). 

De acordo com a SES, os registros estão no banco de dados do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) de Goiás. A Secretaria ressalta que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

Leia mais:

OMS divulga seis critérios para reduzir ou introduzir o distanciamento social

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -