27.8 C
Goiânia
terça-feira, 24, maio 2022
- Anúncio -

“Prejuízo é imprevisível”, diz prefeito sobre retirada do ‘eixão’

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Em entrevista à Rádio Bandeirantes na manhã desta segunda-feira,24, o prefeito de Senador Canedo , Divino Lemes, demonstrou total insatisfação com a possibilidade de a Metrobrus retirar os ônibus bi articulados da extensão da linha do Eixo Anhanguera que atende a cidade na Região Metropolitana de Goiânia.

Segundo o prefeito,  o que deve ser feito é uma licitação para que o serviço continue sendo prestado à população da cidade. Divino Lemes apontou ainda que o governo não estará “gastando” e sim “investindo” para diminuir uma “diferença social”. O prefeito disse que moradores de Senador Canedo não podem ser prejudicados porque não conseguiram comprar seus imóveis na Capital.

Divino Lemes destacou durante a entrevista que logo nas primeiras horas do dia os ônibus saem cheios de Senador Canedo com destino a Goiânia, transportando trabalhadores, estudantes e pessoas que precisam resolver algum problema na Capital.

O prefeito defende que o transporte continue sendo feito pelos ônibus bi articulados ou que sejam colocados outros veículos em quantidade e condições ideais para atender os usuário de Senador Canedo. O gestor destacou ainda que tem procurado dialogar com Governo de Goiás, Metrobus e órgãos como RMTC e CDTC na tentativa de encontrar uma solução.

“Estamos conversando com a RMTC e CDTC no sentido de amenizar o sofrimento das pessoas. Estou tentando discutir isso (com governo estadual). Temos tido um canal até aberto que é a Assembleia Legislativa. Espero que esse dialogo seja frutífero”, pontuou.

Ouça entrevista completa de Divino Lemes

A Metrobus , empresa responsável pelo Eixo Anhanguera , alega elevação de despesas com combustível, pessoal , pneus e peças desde que a linha foi estendida para Senador Canedo , Trindade e Goianira em 2014. Ainda de acordo com a empresa, a alteração será gradual e “não trará prejuízo à população”.  A Metrobus já discute com outras empresas como ficará o atendimento nas três cidades da Região Metropolitana de Goiânia.

Prefeito de Senador Canedo , Divino Lemes, está preocupado com possível retirada dos bi articulados do Eixo Anhanguera da cidade (Foto: reprodução/Facebook)

Ainda conforme informado pela Metrobus à Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) o valor da tarifa não será alterado e o serviço continuará sendo prestado. Com a mudança a linha do Eixo Anhanguera irá atender o perímetro entre o Terminal Novo Mundo e Terminal Padre Pelágio.

 “Não quero entrar nesses méritos.  Quem tem conhecimento da situação financeira do Estado é o governador. Eu , que tenho minhas dificuldades financeiras também, não quero fazer nenhum julgamento. O que não pode é deixarmos a população sofrida sofrendo ainda mais. Se tivéssemos (Senador Canedo) folga financeira , faríamos um aporte financeiro para ajudar, mas não temos”, explicou.   

“É imprevisível o tamanho do sofrimento não dá pra ficar medindo. Prefiro acreditar que não vai acontecer de termos dificuldades maiores das que já temos. Com o eixo articulado, nós vamos a Goiânia e voltamos… cinco e meia , seis horas você vê os primeiros carros (ônibus) saindo e não cabem mais ninguém. Imagine você ônibus menores… é imprevisível. Nós queremos que aconteça, mas que aconteça para melhor. No mínimo   um empate com o que está para melhor”, finalizou Divino Lemos em tom de preocupação.

Leia também:

Senador Canedo comemora 30 anos com bolo e desfile cívico-militar

Rodeio Show celebra 30 anos de Senador Canedo

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -