14.8 C
Goiânia
domingo, 26, junho 2022
- Anúncio -

Dragão empata com Flamengo por 1×1 na estreia do Brasileirão

Atlético saiu na frente, mas cedeu empate e garantiu um ponto contra os cariocas jogando no Antônio Accioly

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O Atlético estreou com um empate movimentado no Campeonato Brasileiro da Série A. Na noite deste sábado (09), o Dragão recebeu o Flamengo no Estádio Antônio Accioly e, após uma partida cheia de emoções, ficou no 1×1 com o rubro-negro carioca. Wellington Rato colocou o Dragão na frente, mas Bruno Henrique empatou para o Mengão.

Detalhe é que o Atlético teve um gol anulado logo aos 3 minutos da primeira etapa, também com Wellington Rato. No lance, o VAR encontrou um impedimento de Shaylon no início do lance e invalidou a jogada. Com o empate, o time de Campinas garantiu o seu primeiro ponto na tabela de classificação do Brasileiro Série A.

A próxima partida do Dragão no Brasileiro acontece no domingo (17), às 18h, contra o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista. Porém, antes disso, o Atlético volta à Copa Sul-americana para enfrentar o Defensa y Justicia, na Argentina. O jogo é na terça-feira (12), às 21h30.

ESTREIA NO BRASILEIRÃO

A partida começou quente, com muita emoção. Logo aos 3 minutos uma grande polêmica: Shaylon foi lançado e tocou para o meio da área. Jorginho tentou dominar, a bola bateu em David Luiz e se ofereceu limpa para Wellington Rato mandar para o fundo das redes. Depois de toda a comemoração, veio a decepção: o VAR revisou a jogada, encontrou um impedimento milimétrico de Shaylon no início da jogada e anulou o gol atleticano.

Com o susto, o Flamengo mudou a postura dos primeiros minutos e passou a ficar mais com a bola, afim de criar jogadas ofensivas e tentar manter o Dragão em seu campo defensivo. Mas, a primeira boa jogada do Mengão só veio aos 22. Bruno Henrique recebeu ótimo passe pela esquerda e, da entrada da pequena área, bateu por cima do gol de Luan Polli, isolando ótima oportunidade.

Gabigol também criou e quase marcou para o rubro-negro carioca. Aos 25, o camisa 9 balançou na frente da marcação e bateu rasteiro de fora da área. A bola riscou a trave e bateu na rede, mas pelo lado de fora. O Dragão respondeu com Jorginho, aos 40. O camisa 10 fez ótima jogada individual, deixou Arão sentado e finalizou com força. Hugo Souza estava bem posicionado e fez a defesa para evitar um golaço.

Na etapa final as duas equipes voltaram com bastante equilíbrio e, por conta de um jogo concentrado e disputado no setor de meio-campo, nem Atlético, nem Flamengo criavam muito. O Dragão quando conseguiu chegar, aos 28, foi fatal. Dudu recebeu livre pela direita, foi ao fundo e cruzou. Rato apareceu no centro da grande área e finalizou com força, de primeira, no contrapé de Hugo: segundo gol dele, dessa vez confirmado: 1×0 Atlético.

10 minutos depois, Bruno Henrique igualou o marcador para os visitantes. Em cobrança de escanteio, o atacante flamenguista subiu mais que todo mundo e cabeceou com estilo. A bola bateu na trave, no travessão e entrou 1×1. O gol animou o Flamengo, que foi para cima e tentou a virada. Pedro chegou a acertar o travessão, aos 42, assim como Léo Pereira, para o Atlético, também carimbou a trave de Hugo aos 50. Mas, mesmo com todas as tentativas, o empate prevaleceu no placar final.  

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro Série A – 1ª rodada

Atlético 1×1 Flamengo

Data: 09/04/2022
Horário: 19h
Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia-GO

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (FIFA/SC)
Auxiliar 1: Thiaggo Americano Labes (SC)
Auxiliar 2: Alex dos Santos (SC)

VAR: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)

Gols
Atlético: Wellington Rato (28’ 2T – 1×0)
Flamengo: Bruno Henrique (38′ 2T – 1×1)

Cartões amarelos: Léo Pereira, Marlon Freitas (ACG);  David Luiz (Flamengo)
Cartões vermelhos:

Atlético: Luan Polli; Dudu, Wanderson, Edson e Jefferson; Gabriel Baralhas; Marlon Freitas e Jorginho (Rickson); Shaylon (Hayner), Léo Pereira e Wellington Rato (Churín).
Técnico: Umberto Louzer

Flamengo: Hugo Souza; Matheuzinho (Lázaro), Willian Arão, David Luiz e Léo Pereira; João Gomes, Thiago Maia (Everton Ribeiro) e Andreas Pereira (Pedro); Arrascaeta (Diego), Bruno Henrique e Gabigol.
Técnico: Paulo Sousa

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -