Candidatura de Gustavo Gayer é indeferida por irregularidades na documentação do vice

O documento afirma que tanto o candidato quanto o seu vice devem apresentar os autos em dia. Se um dos dois estiverem com irregularidades na documentação, ambos são impedidos de concorrer às eleições.

0
Gustavo Gayer candidato a prefeito
A decisão por indeferimento impedia o candidato de concorrer nas eleições por irregularidades na documentação de seu vice, Alexandre Magalhães. Foto: Reprodução)

O juiz eleitoral Wilson da Silva Dias indeferiu o pedido de candidatura do candidato Gustavo Gayer (DC) que disputa o pleito de prefeito de Goiânia. A decisão foi tomada na noite desta quarta-feira (21) e impede o candidato de concorrer nas eleições por irregularidades na documentação de seu vice, Alexandre Magalhães.

De acordo com a sentença do juiz da 133º zona eleitoral de Goiânia, há ausência de Certidões Criminais de 1º grau da Justiça Estadual e Federal. Além disso, o documento afirma que tanto o candidato quanto o seu vice devem apresentar os autos em dia. Se um dos dois estiverem com irregularidades na documentação, ambos são impedidos de concorrer às eleições.

A decisão foi tomada em primeira instância e ainda cabe recurso por parte da defesa do candidato ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e ao Tribunal Superior Eleitoral (TRE). A assessoria de imprensa do candidato informou que irá recorrer da decisão.


Leia mais: Ao lado de Caiado, Vanderlan discute parcerias pós-pandemia