19.8 C
Goiânia
domingo, 26, junho 2022
- Anúncio -

Aparecida amplia a vacinação de pessoas com deficiência e comorbidades acima de 18 anos

Pessoas com deficiência e comorbidades acima de 18 anos poderão receber a vacina sem necessidade de agendamento prévio nos drive-thrus da cidade.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

A partir desta sexta-feira (14), pessoas com comorbidades ou com deficiência permanente inscritas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) e acima de 18 anos começam a ser imunizadas em Aparecida de Goiânia. Gestantes e puérperas com comorbidades também serão vacinadas com uma especificidade: apenas mediante agendamento pelo aplicativo “Saúde Aparecida”. A ferramenta está disponível no site: https://webapp.aparecida.everyday.net.br/.

Pessoas com deficiência e comorbidades acima de 18 anos poderão receber a vacina sem necessidade de agendamento prévio nos drive-thrus da Cidade Administrativa Luiz Alberto Maguito Vilela, no setor Solar Central Park, e do Centro de Especialidades, no Jardim Boa Esperança, de segunda à sexta, das 8h às 18h. Aos sábados, dependendo do estoque de doses, os drive-thrus funcionam das 8h às 17h.

Nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) dos bairros Andrade Reis, Bairro Cardoso, Jardim Olímpico, Jardim Florença e Veiga Jardim e na Central Municipal de Imunização (região Central), a vacinação ocorre mediante agendamento pelo aplicativo “Saúde Aparecida”. A ferramenta também é o único meio de acesso ao serviço para as grávidas e mulheres em puerpério com comorbidades.

Laudo médico para comprovação

Para comprovar qualquer uma das comorbidades previstas nessa etapa e ter acesso à vacina é indispensável a apresentação de laudo médico. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) criou um modelo padrão de formulário a ser utilizado no município para atestar as comorbidades.

“Esse documento é para facilitar, porém, qualquer laudo médico simples também será aceito para validar a vacinação, desde que emitido há no máximo um ano e que conste o nome completo do paciente, comorbidade descrita e assinatura do médico, com o respectivo carimbo. Receitas não serão aceitas”, esclarece a coordenadora de Imunização da SMS, Renata Cordeiro.


Leia mais: Com mais um carregamento, Goiás soma 165.850 doses de vacinas contra a Covid-19 recebidas nesta sexta

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -