Trabalhadores do Correios entram em greve

0
Servidores dos Correios realizaram assembleias neste terça-feira, 10. Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Os funcionários dos Correios decidiram entrar em greve geral por tempo indeterminado. A greve foi decretada na noite desta terça-feira, 10, em assembleias que foram realizadas em diferentes estados do país. Entre as reivindicações da categoria está o pedido de impedimento da redução dos salários e de benefícios e a não privatização da estatal.

A privatização da instituição foi incluída no mês passado no programa de privatizações do governo Bolsonaro.

Um dos principais pontos pedido pela categoria é o  reajuste salarial de 0,8% é um dos principais pontos.  Os trabalhadores também querem a reconsideração quanto a retirada de pais e mães do plano de saúde, melhores condições de trabalho e outros benefícios.

Em nota em sua página na internet, a federação informou que a greve foi decretada em São Paulo, Rio de Janeiro, Tocantins, Maranhão e na maioria dos estados do país.

Em Goiás, os servidores entraram em greve por tempo indeterminado em pelo menos 15 cidades. O Sindicato dos Trabalhadores na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos em Goiás informou, em nota, que a tentativa de acordo iniciou em julho, mas que a empresa se recusou a negociar um novo acordo coletivo.

*Atualizada dia 12/09, às 09h42

Leia mais:

Atenção! Aprovado estado de greve na educação do Governo de Goiás

Vanderlan: “O problema do nosso país não é a Previdência, é a dívida pública”