Vanderlan: “O problema do nosso país não é a Previdência, é a dívida pública”

0
Foto: Sara Queiroz

Em entrevista ao Jornal Bandeirantes na manhã desta segunda-feira, 9, o senador Vanderlan Cardoso (Progressistas) afirmou que o maior problema do Brasil atualmente é a dívida pública. Para ele, muitos compraram a ideia de que a Reforma da Previdência seria a salvadora dos problemas brasileiros, porém a dívida pública precisa de mais atenção por parte do Executivo e Legislativo.

“O problema do nosso país não é a previdência, é a dívida pública”, afirmou o senador. Ele explicou que começou a estudar o assunto assim que entrou no Congresso e que tudo que o país ganhavai para o pagamento da dívida. “O que venderam para a sociedade brasileira, e todo mundo embarcou nessa, inclusive os empresários, é que se aprovou a Reforma da Previdência no outro dia todos os problemas do Brasil estariam resolvidos, que todo mundo ia ter emprego e não é por ai”, criticou.

De acordo com Vanderlan, a dívida saltou nos últimos 10 anos de R$ 1,7 trilhão para quase R$ 6 trilhões.

O segundo ponto importante de discussão, segundo o Progressista, é o problema tributário no Brasil, seguido do pacto federativo que já está em discussão no Senado Federal. Ele insistiu que há pontos que devem ser revistos na Previdência, que considerou privilégio de alguns, mas que o maior problema é realmente a dívida pública.

Vanderlan também informou que a votação da Reforma da Previdência deve ocorrer até o dia 10 de outubro no Senado e que já estão em discussões outras questões importantes como o pacto federativo, que ele mencionou como “uma surpresa agradável”.

Prefeitura

O Senador descartou disputar o mandato para prefeito de Goiânia nas próximas eleições. “Estamos no Senado em um momento histórico para o país e eu quero fazer parte desse momento, não adianta no meio do caminho sair agora e disputar Goiânia”, disse Vanderlan acrescentando que uma pré-campanha demandaria tempo que ele hoje não tem.

Escute a entrevista com o senador Vanderlan Cardoso na íntegra:

Entrevista senador Vanderlan Cardoso ao Jornal Bandeirantes