19.8 C
Goiânia
terça-feira, 9, agosto 2022
- Anúncio -

STF adia julgamento do deputado Daniel Silveira e o mantém preso

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O STF (Supremo Tribunal Federal) adiou, nesta quinta-feira (11), o julgamento que decidiria se a Corte aceitaria a denúncia da PGR (Procuradoria-Geral da República) contra o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ). Se os ministros aceitarem, Daniel vira réu em um processo que ele é investigado pela PGR por crimes de estímulo à violência para impedir o exercício dos poderes, ameaças contra a Corte e o incentivo de discórdia entre as Forças Armadas e o STF.

O relator do caso é o ministro Alexandre de Moraes que se envolveu num bate-boca com os ministros Marco Aurélio e Luiz Fux. Marco Aurélio questionou o adiamento e por isso se iniciou um desentendimento entre eles. Moraes disse que a atitude de adiar o julgamento se deu devido ao pedido da própria defesa do deputado que acabou perdendo o prazo para apresentar seus argumentos.

O parlamentar foi preso em 16 de fevereiro deste ano após postar em suas redes sociais um vídeo considerado criminoso pelos ministros do STF e depois corroborado pela Câmara Federal que decidiu favorável à manutenção da prisão do parlamentar.

Com esse adiamento de hoje, Daniel Silveira continua preso e só depois será possível a avaliação de medidas cautelares do deputado a pedido de sua defesa. Não foi marcada uma nova data para o julgamento.

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -