30.8 C
Goiânia
sábado, 31, julho 2021
- Anúncio -

Saúde define matriz de risco em três fases e divide estado em 18 regionais

O governador Ronaldo Caiado se reúne com prefeitos de todas as regiões do estado para debater a situação de agravamento da pandemia da Covid-19 em Goiás.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

A Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), por meio de nota técnica, definiu novas medidas de enfrentamento a pandemia da Covid-19 em Goiás. Foi definida uma matriz de risco em três fases: Situação de Alerta; Situação Crítica e Situação de Calamidade. Para que haja o controle, ainda será divulgado um mapa dividindo o estado em 18 regionais.

O documento aponta uma série de medidas necessárias em função do “aumento sustentado do número de casos e de óbitos confirmados”, bem como do quantitativo de solicitações de internações e da taxa de ocupação de leitos hospitalares no Estado.

Situação de alerta

Quando classificada em situação de alerta, é permitido à região o funcionamento de todas as atividades, exceto eventos com mais de 150 pessoas. Além disso, as recomendações gerais da Nota Técnica reforçam orientações preconizadas desde o início da pandemia sobre o uso da máscara “independentemente do local a ser frequentado”, a higienização das mãos com álcool 70% e a manutenção do distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas.

Situação Crítica

A situação crítica requer redução na capacidade de atendimento em atividades de alto risco de contaminação como bares e instituições religiosas, ambos passam a ter permissão para ocupar 30% da capacidade. Já atividades de baixo risco, como salões de beleza, barbearias, shoppings e centros comerciais ficam com o limite de 50% de utilização. Eventos, transporte coletivo e outros setores terão restrições específicas.

Situação de Calamidade

Já para os casos de calamidade, o entendimento das autoridades em saúde é que haja a interrupção de todas as atividades, exceto supermercados e congêneres, farmácias, postos de combustível e serviços de urgência e emergência em saúde. A nota técnica define ainda que, caso seja observado piora nos indicadores, cada região manterá as medidas restritivas respectivas a cada situação por pelo menos 14 dias.

O governador Ronaldo Caiado (DEM) se reúne com prefeitos de todas as regiões do estado nesta quarta-feira (17) para debater a situação de agravamento da pandemia da Covid-19 em Goiás. O encontro ocorrerá por videoconferência, a partir das 10h, e contará com a presença do secretário de Saúde, Ismael Alexandrino.

Também participarão da videoconferência representantes de entidades e dos Poderes Legislativo e Judiciário e do Fórum Empresarial. A população goiana poderá assistir a reunião, que será transmitida pelas redes sociais.


Leia mais: Ipasgo suspende cirurgias eletivas para liberar leitos aos casos de Covid-19

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -