32.8 C
Goiânia
sábado, 22, janeiro 2022
- Anúncio -

PSDB irá discutir nesta quarta-feira pedido de impeachment contra presidente Bolsonaro, diz partido

É a primeira vez que o partido falará sobre o assunto no governo de Jair Bolsonaro

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O PSDB anunciou neste feriado de 7 de setembro que o presidente da sigla, Bruno Araújo, convocou reunião extraordinária para discutir o processo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro.

A iniciativa dos tucanos ocorre após discurso de Bolsonaro nessa terça-feira (7) e reúne seus membros para discutir o assunto amanhã.

“O Presidente do PSDB, Bruno Araújo, convoca reunião Extraordinária da Executiva para esta quarta-feira (8), para, diante das gravíssimas declarações do presidente da República no dia de hoje, discutir a posição do partido sobre abertura de Impeachment e eventuais medidas legais”, publicou.

A ação teve apoio dos governadores de São Paulo e Rio Grande do Sul, João Doria e Eduardo Leite, respectivamente.

Esta é a primeira vez que o governador gaúcho faz uma crítica tão incisiva contra Bolsonaro, candidato que Leite votou no segundo turno em 2018.

“Iremos defender os brasileiros e a democracia que ele ataca. Foi um erro colocar Bolsonaro no poder. Está cada vez mais claro que é um erro mantê-lo lá”, afirmou.

Também em tom crítico, Doria disse que o país não pode tolerar retrocessos.

“Não podemos tolerar retrocessos. Que o Estado Democrático de Direito e os valores da liberdade sempre prevaleçam sobre o autoritarismo para o Brasil voltar a crescer, gerar empregos e diminuir as diferenças sociais”, comentou o paulista.


Leia mais: Goiânia volta com vacinação anticovid, nesta quarta-feira

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -