O aniversário é de Maradona, o presente é nosso

Contar a história de Maradona é mais do que lembrar títulos, gols, derrotas, lances marcantes em Copas e as polêmicas criadas por ele, Diego Armando Maradona.

0

Wladimir Araújo, revelado no Goiás, vivenciou o momento único ao marcar o aniversariante de hoje (dia 30 de outubro) e retratar a essência do futebol goiano no registro dos profissionais da fotografia. Contar a história de Maradona é mais do que lembrar títulos, gols, derrotas, lances marcantes em Copas e as polêmicas criadas por ele, Diego Armando Maradona. É lembrar de tudo o que o craque argentino fez dentro e fora de campo, conquistas, resistência e as barreiras quebradas.

É relembrar de histórias e mais histórias que cercam o craque da camisa 10. É recontar a passagem dele pelo Estádio Hailé Pinheiro (Serrinha), e recordar da passagem dele pelo futebol goiano, durante a preparação da Argentina para a Copa América, em 1989.

Dentro desse salão de memórias, durante um jogo-treino, o ex-zagueiro do Goiás, Wladimir Araújo, recebeu a responsabilidade de marcar Maradona. “Era um gênio, um jogador diferenciado, era um jogador que desequilibrava dentro de uma partida e foi um presente para todos nós, que estávamos subindo para o profissional do Goiás”, disse Wladimir Araújo. Na oportunidade, a seleção da Argentina se preparava para a Copa América e jogava no Serra Dourada.  

Há 31 anos, esta foto foi tirada e prometi, à minha professora de Fotografia na faculdade, Karina do Prado, o seguinte: que o jeito ela ensinar jamais cairia no meu esquecimento, eu fiz essa promessa. Diante desse ensinamento, falar de Maradona é poder contar histórias que o mundo já sabe, mas descarregar a máquina é se deparar com um baú de lembranças ao mesmo tempo. Parabéns Maradona!!! E parabéns ao responsável por esta imagem que deixa viva a essência do futebol goiano no dia do aniversário de Maradona.


Leia mais: