“Nenhuma obra realizada pela prefeitura de Goiânia terá status de inacabada”, garante Rogério Cruz

0
Foto: Divulgação / Prefeitura de Goiânia

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), defendeu que a paralisação do contrato referente a pavimentação asfáltica no município tem como principal objetivo garantir que os recursos públicos estejam sendo usados de forma correta. “Nossa gestão é pautada pela transparência”, disse o prefeito.

Rogério Cruz lembrou que o contrato em voga foi firmado pela gestão passada e que já era objeto de fiscalização de diversos órgãos municipais e federais, além de auditoria externa permanente. “A paralisação neste momento se fez necessária para garantir a lisura do processo fiscalizatório”, afirmou.

A suspensão foi publicada no Diário Oficial do Município no dia 30 de março e também foi motivada após 16 vereadores solicitarem a instalação da Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar os contratos firmados para a reconstrução de 630 Km de asfalto de ruas e avenidas de Goiânia. “São denúncias graves de superfaturamento. O Legislativo tem total prerrogativa para exercer esse papel fiscalizador e eu, como gestor do município, não posso fechar os olhos diante do clamor de tantos parlamentares”, argumentou.

Agora, os contratos, além de auditoria externa feita pela CEI, também seguem por auditoria da Controladoria Geral do Município (CGM). O prazo regimental para conclusão da investigação é de 120 dias, porém, segundo o prefeito, a determinação é que o procedimento seja finalizado no menor tempo possível. “Nenhuma obra realizada pela prefeitura de Goiânia terá o status de inacabada. Assim que sanadas todas as dúvidas, os processos continuam com total transparência, uma das marcas da atual gestão”, sublinhou Rogério Cruz.

O líder do Executivo municipal ainda destacou que a conclusão dos 630 km de pavimentação asfáltica é uma promessa de campanha. “Nosso objetivo deste o início desse mandato é colocar em ação o plano de governo apresentado no pleito de 2020, elaborado junto ao saudoso amigo Maguito Vilela”, esclareceu.

Dos 630 km de asfalto, segundo a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), já foram feitos 2,5 milhões de metros quadrados pela gestão anterior e a atual vai fazer 5 milhões de metros quadrados, totalizando 7,5 milhões de metros quadrado. O programa deve chegar em 111 bairros de todas as regiões de Goiânia. Após a conclusão desta etapa, a prefeitura já planeja a próxima etapa, que deverá alcançar cerca de 800 km de novas vias revitalizadas.

Leia mais: Novo lote de vacinas será destinado exclusivamente para segunda dose, diz Caiado