Jovem de 20 anos é presa pela prática do golpe do novo número contra idosa de 64 anos

Além da presa, já foi identificado o envolvimento de, pelo menos, mais duas pessoas no crime, dentre elas uma mulher que já foi presa pelo mesmo crime no final do ano de 2020.

0
Golpe Número Novo Goiânia
De acordo com a PC, as investigações continuam e novas prisões devem acontecer a qualquer momento. Foto: Reprodução / DC)

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), por meio do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GREF/DEIC), prendeu na última sexta-feira (30), uma jovem, de 20 anos, pela participação no conhecido “golpe do novo número”. A mulher é residente no Loteamento Tupynambá dos Reis, em Goiânia,

No caso sob apuração, os criminosos se passaram pelo filho da vítima, que é médico e reside no estado do Rio de Janeiro. Após alegar que estava com um problema em seu aplicativo do banco, o criminoso pediu mais de R$ 4.800, que foram transferidos da conta da vítima para a conta da jovem presa.

Além da presa, já foi identificado o envolvimento de, pelo menos, mais duas pessoas no crime, dentre elas uma mulher que já foi presa pelo GREF/DEIC por este mesmo crime no final do ano de 2020. De acordo com a PC, as investigações continuam e novas prisões devem acontecer a qualquer momento.

Golpe

Neste golpe, que tem acontecido com muita frequência, o criminoso utiliza como engenharia social o induzimento da vítima a acreditar que um familiar, amigo, colega de trabalho, trocou de número de celular e, após um breve diálogo, o golpista, se passando por aquela pessoa, pede dinheiro emprestado à vítima, geralmente alegando que pagará no dia seguinte.


Leia mais: Trabalhadores nascidos em fevereiro podem sacar auxílio emergencial