Iris Rezende sobre possível adiamento da posse de Maguito: “a cidade está sob controle”

A secretária de Saúde de Goiânia, Fátima Mrué acredita que a segurança do prefeito eleito é o que deve prevalecer.

0
Iris Rezende Maguito Vilela
De acordo com Iris, o vice-prefeito eleito, Rogério Cruz (Republicanos), tem capacidade para gerir a capital. (Foto: Reprodução Bandeirantes)

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, falou na manhã desta sexta-feira (31), último dia de mandato que, a posse de Maguito Vilela (MDB) é uma questão “totalmente terciária”. Existe a possibilidade de Maguito não tomar posse de forma virtual nesta sexta-feira (1ª), como está previsto.

“Eu venho acompanhando por meio do Daniel Vilela a saúde do Maguito, não é preocupante, ele vai reagindo bem. Tomar posse um dia antes ou depois é uma questão absolutamente terciária”, disse o prefeito, durante inauguração da UPA Dr. Paulo Siqueira Garcia, antigo Cais Chácara do Governador, em Goiânia.

De acordo com Iris, o vice-prefeito eleito, Rogério Cruz (Republicanos), tem capacidade para gerir a capital enquanto Maguito estiver em tratamento no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, se recuperando de complicações causadas pela Covid-19. “Não podemos criar uma expectativa de dificuldade, a cidade está sob controle e vai continuar controlada”, concluiu.

Já a secretária de Saúde de Goiânia, Fátima Mrué acredita que a segurança do prefeito eleito é o que deve prevalecer, a “segurança pessoal dele” e “todos os princípios éticos que a medicina preconiza”, disse ela. A secretária que, é cirurgiã oncológica a quase 30 anos, diz que a equipe deve decidir se o ato será possível ou não.

Reunião decidirá posse                                                                                    

Na tarde desta quinta-feira (31), a cúpula do MDB em Goiás irá se reunir para tratar sobre a posse do prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB). De acordo com a assessoria de imprensa, a posse de forma virtual não passou de especulação e, por isso, a real situação que será adotada ainda segue uma dúvida.

Durante a última sessão desta legislatura na Câmara Municipal de Vereadores, os parlamentares aprovaram emenda que altera o Regime Interno da Casa e autoriza tanto vereadores, quanto prefeito e vice-prefeito eleitos, a assumir de forma virtual. A legislação permite quando, em casos de forma maior, adiar a posse do prefeito, vice-prefeito e vereadores eleitos.


Leia mais: Confira os órgãos estaduais que abrem e fecham no feriado de Ano Novo