Homem se passou por familiares e aplicou golpe financeiro em idoso de 71 anos

Durante sua prisão, o homem chegou a dizer que aprendeu como praticar o crime por meio de vídeos na internet.

0
Golpe do Número Novo
A vítima, um idoso de 71 anos chegou a transferir para o golpista o valor de R$ 3 mil. (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GREF/DEIC), realizou a prisão de um homem pela prática do crime, em tese, de estelionato conhecido como “Golpe do Novo Número”.

Este golpe, que tem se alastrado pelo país, tem como engenharia social o induzimento da vítima a acreditar que está falando com algum familiar ou conhecido que alega ter trocado o número de telefone e, após breve troca de mensagens, pede dinheiro emprestado.

A vítima, um idoso de 71 anos chegou a transferir para o golpista o valor de R$ 3 mil. Durante sua prisão, entrevistado pelos investigadores, o preso chegou a dizer que aprendeu como praticar o crime por meio de vídeos na internet. E após as “aulas”, conseguiu executar na prática seu intento criminoso.

Governador Ibaneis Rocha

Nesta semana, a Polícia Civil prendeu, também em Goiânia, suspeito de envolvimento em um golpe que usou o nome do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) para pedir dinheiro a familiares a amigos. A ex-mulher de Ibaneis, Luzineide Carvalho foi uma dessas vítimas. Ela chegou a depositar R$ 4 mil para os criminosos.

O suspeito foi solto nesta terça-feira (05) após audiência de custódia. Ele não tem antecedentes criminais. Segundo a PC, outros dois nomes também foram identificados.


Leia mais: Disque Corrupção 181 já auxiliou em 14 operações policiais em Goiás