29.8 C
Goiânia
sábado, 15, junho 2024
- Anúncio -

Guilherme Marques analisa momento do Goiás e afirma: “a pressão é constante”

Sem vencer há cinco rodadas, o Goiás é o 16° colocado, com 26 pontos, um a mais que o Bahia, time que abre a Z-4

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O Goiás segue pressionado no Campeonato. Sem vencer há cinco rodadas, o Verdão é o 16° colocado na tabela, com 26 pontos, um a mais que o Bahia, time que abre a zona de rebaixamento da Série A.

Leia mais: Com retornos e desfalques, Goiás visita o Botafogo na próxima segunda-feira (02)

Nós últimos dez jogos, o Esmeraldino sofreu quatros gols, mas balançou as redes em apenas seis oportunidades. O mal momento do sistema do ofensivo tem preocupado a torcida esmeraldina. O meia Guilherme Marques destacou que o time tem se empenhado para melhorar os desempenho do ataque.

“A gente tem trabalhado bem alguns aspectos em que precisamos melhorar. Mas não há “receita de bolo”. Não é só culpa do ataque quando a gente não está fazendo gols. E nem é só mérito da defesa quando a gente não toma gols. É um conjunto. A gente como um grupo tem trabalhado bem. Quanto mais vezes a gente conseguir deixar os atacantes livres, mais próximos estaremos da vitória. Estamos trabalhando para manter nossa consistência defensiva. E na frente o grupo todo está preparado para aproveitar melhor as oportunidades”, frisou.

Vale ressaltar que Goiás é Botafogo fecham a 25° rodada na segunda-feira (02/10), e dependendo dos resultados dos adversários, o time goiano pode entra em campo dentro da zona de rebaixamento. Apesar dessa possibilidade, Guilherme Marques acredita que o elenco está preparado para encarar com a pressão.

“Essa é nossa vida. Temos que estar preparados para lidar com a pressão. E temos que trabalhar para tentar sair dessa zona perigosa o quanto antes. O Campeonato Brasileiro é muito difícil. A gente pode iniciar o jogo na zona de rebaixamento, mas também podemos estar fora dela. A pressão é constante, temos que saber lidar com ela de forma natural, trabalhando para que as coisas aconteçam quando a gente entrar em campo”, finalizou.

A bola rola para Botafogo e Goiás, na segunda-feira (02/10), às 20h, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

- Anúncio -
Array
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -