Goiás tem queda na procura por vagas em UTI e volta à faixa de estabilidade em casos de covid-19

O governador se reuniu com o prefeito de Goiânia na semana passada e ambos se uniram para enfrentar a pandemia com decretos similares

0
Vacinação Forças de Segurança Goiás
Ronaldo Caiado pediu que população se protegendo seguindo as normas de segurança. Foto: divulgação/governo de Goiás.

O governador Ronaldo Caiado (DEM) informou nesta segunda-feira (29) que Goiás, ao lado de Pará e Paraíba, está novamente na faixa de estabilidade no que se refere aos casos de covid-19.

“Isso mostra que os 14 dias de suspensão das atividades não essenciais tiveram resultado”, afirmou o chefe do Executivo em coletiva de imprensa, na manhã desta segunda-feira (29).

No mesmo tom de otimismo, o secretário de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, ressaltou que houve uma queda na fila de pacientes que esperam por uma vaga em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em relação aos dias anteriores. Ismael adiantou ainda que se esta situação permanecer durante os próximos dias, seria um sinal que “teremos atingido o platô”, explicou.

No entanto o secretário pede que as pessoas respeitem os decretos rigorosamente e cumpram todos os protocolos de segurança no combate à pandemia para que a redução de casos de coronavírus no estado ocorra o quanto antes.

Ainda na coletiva, o governador disse que nesta quarta-feira (31) inicia-se o processo de reabertura do comércio no estado seguindo o decreto de alternância de 14 dias fechado e 14 dias aberto.

“Cumpriremos com nossa palavra, o que é nossa característica. Ou seja, a partir de quarta-feira (31/03) estarão liberadas todas as outras áreas da economia, mas dentro de critérios e de exigências protocolares” salientou Caiado.

Ronaldo Caiado reforça o apelo que faz desde o início da pandemia da covid-19, em 2020, que as pessoas respeitem as normas de segurança com o intuito de impedir o avanço da doença na população.

“Peço a todos que tenham responsabilidade de manter as medidas de segurança para que continuemos nessa faixa de estabilização que estamos e, se Deus quiser, entrarmos na faixa de queda no número de pacientes no Estado”, pontuou.

O governador concedeu entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (29), no Batalhão da Polícia Militar, no setor Universitário, em Goiânia, onde ocorria a vacinação dos agentes da segurança pública e salvamento. O governador decidiu com o comitê responsável pelo combate à pandemia que 5% da remessa de vacina seriam usados para vacinar esses servidores. Hoje foram os agentes acima de 51 anos de idade.


Leia mais: Governo de Goiás distribui 5 mil máscaras para entregadores de delivery, nesta terça-feira (30)