Goiânia vai receber pacientes de Manaus, que dependem de oxigênio

0

Após solicitação do Ministério  da Saúde (MS), Goiás receberá 120 pacientes com covid-19 que estavam a espera de leitos em Manaus, o governador Ronaldo Caiado (DEM), confirmou os esforços em postagem nas redes sociais nesta sexta-feira (15/1).

“Goiás é solidário, ajuda quem precisa. Temos boa capacidade de leitos para estendermos a mão. Com união e cooperação, faremos a diferença. Pacientes serão recebidos no Hospital das Clínicas da UFG, com estrutura necessária para salvar vidas sem impactar no atendimento dos goianos”, disse Caiado em postagem no Twitter.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde do Amazonas (SES-AM), será realizada uma triagem dos pacientes que seriam elegíveis para serem encaminhados ao Estado. Essa avaliação será validada por técnicos e consultores da Organização Pan-americana de Saúde (Opas) e do Hospital Sírio-Libanês para que seja homologada pelo Ministério da Saúde. A partir disso será programado o embarque, voo e desembarque. 

Manaus sofre um colapso no sistema de saúde e funerário. Nesta semana, os estoques de oxigênio se esgotaram no Estado, o que causou desespero por parte dos profissionais de saúde e comoção no país. Na madrugada desta sexta-feira (15/1), cilindros de oxigênio foram levados a capital amazonense por aviões da Força Aérea Brasileira (FAB).