19.8 C
Goiânia
sábado, 25, junho 2022
- Anúncio -

Fim da espera: governo estadual inicia primeiro mutirão de cirurgias eletivas

Secretaria da Saúde prepara 800 pacientes para cirurgias ortopédicas. Serviço será prestado em Goiânia, no Crer, e em Uruaçu, no Hospital Regional do Centro-Norte.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Para reduzir o tempo de espera de pacientes por cirurgias eletivas, que não são consideradas de urgência, o Governo de Goiás inicia, neste mês, o 1º Mutirão de Consultas e Exames Pré-Operátorios. A expectativa é atender 800 usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), dos quais 500 já foram chamados. A iniciativa será coordenada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-GO) e atende determinação do governador Ronaldo Caiado.

Os primeiros beneficiados passaram por consultas de reavaliação e exames, como laboratoriais, eletrocardiograma e risco cirúrgico, além de raio-X. Os atendimentos foram prestados no Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer), em Goiânia.

“O primeiro passo desse projeto foi a discussão do quantitativo de pessoas na fila com as unidades de saúde. Posteriormente, fizemos a identificação e qualificação clínica dos pacientes. Após isso, foi organizado o acolhimento de todos no Crer com a equipe da unidade. Agora, com todos os exames prontos, iniciaremos as cirurgias ortopédicas nesta semana”, explica o secretário de Estado da Saúde de Goiás, Sandro Rodrigues.

800 cirurgias

A partir da próxima quarta-feira (25), as equipes da secretaria vão para Uruaçu fazer o mesmo trabalho de triagem, qualificação clínica e acolhimento de 300 pacientes de municípios da região que serão operados no Hospital Regional do Centro-Norte, o HCN.

A ideia é realizar um mutirão por mês em diferentes unidades de saúde, de acordo com as especialidades atendidas. “No fluxo normal, pacientes fazem os exames em dias diferentes, mas no mutirão concentramos num período menor para facilitar esse pré-operatório tanto para o paciente, como para as equipes da unidade de saúde”, diz Sandro Rodrigues.


Leia mais: Aparecida ultrapassa mais de 1 milhão de doses de vacina contra a covid-19 aplicadas na população

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -