Fernandéz derrota Macri e é eleito presidente da Argentina

0
Na Argentina, o candidato vence no primeiro turno se obtiver mais do que 45% dos votos. Foto: Elineudo Meira/ComunicaSul

Alberto Fernández foi eleito novo presidente da Argentina nas eleições deste domingo, 27. Com a ex-presidente Cristina Kirchner como vice na chapa, ele derrotou o atual presidente, Mauricio Macri.  Com 97,4% das urnas apuradas, Fernández tinha 48,02% dos votos. Macri registrava 40,46%. Na Argentina, o candidato vence no primeiro turno se obtiver mais do que 45% dos votos.

Esse resultado já era previsto ainda nas prévias eleitorais que ocorreram em agosto.

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro reprovou a vitória da chapa formada por Alberto Fernández e Cristina Kirchner no país vizinho. Em entrevista a jornalistas antes de deixar Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, Bolsonaro disse que os argentinos “escolheram mal” seu novo chefe de Estado.

O presidente disse: “Não pretendo parabenizá-lo. Agora, não vamos nos indispor. Vamos esperar o tempo para ver a posição real dele na política”.

Uruguai

Outro país sul-americano que foi às urnas ontem foi o Uruguai que terá segundo turno na eleição presidencial, segundo resultados confirmados na madrugada desta segunda-feira, 28. O governista Daniel Martínez disputará o cargo com o oposicionista Luis Lacalle Pou em 24 de novembro.

No segundo turno, Martínez tentará manter a Frente Ampla na presidência do Uruguai (grupo de coalizão de partidos esquerdistas está no poder desde 2005). Ele terá a oposição do advogado Lacalle Pou, que tenta recolocar a direita no governo do país.

Leia mais:

Trump afirma que líder do ISIS está morto