19.8 C
Goiânia
sábado, 25, junho 2022
- Anúncio -

Em jogo nervoso, Vila Nova vence o Guarani nos pênaltis e está na terceira fase da Copa do Brasil

Além de conquistar vaga na próxima fase, o Vila Nova leva para casa a quantia de R$ 1,9 milhão como premiação.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Fora de casa, o Vila Nova venceu o Guarani em disputa de pênaltis, pela segunda fase da Copa do Brasil, na noite desta terça-feira (15). Após sair perdendo, virar a partida e levar o empate aos 44 do segundo tempo, o Tigre converteu cinco cobranças, uma mais que os donos da casa e garantiu vaga nas oitavas de final da competição.

O goleiro Georgemy defendeu a cobrança de Ronaldo Alves, Rodrigo Andrade também perdeu pelo lado do Bugre e Pablo Dyego guardou o pênalti decisivo para o colorado. Além de conquistar vaga na próxima fase, o Vila Nova leva para casa a quantia de R$ 1,9 milhão como premiação. O adversário será conhecido em sorteio no próximo dia 25 de março.

No tempo regulamentar, Giovanni Augusto marcou aos quatro minutos para o Guarani. Aos 21 minutos, o zagueiro Renato empatou, de cabeça, e Arthur Rezende virou cobrando pênalti, já na segunda etapa. Quando o jogo parecia ter um desfecho, Giovanni Augusto marcou mais uma vez e deixou tudo igual.

Próxima fase

O adversário será definido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em sorteio realizado no dia 25 de março. Entram nas oitavas de final mais 12 clubes e o regulamento muda: serão duas partidas, com os mandos a serem definidos. De acordo com a tabela básica do torneio, as duas partidas vão acontecer nos 20 e 21 de abril ou 11 e 12 de maio.

Entram nas oitavas os campeões regionais do Norte (Remo) e Nordeste (Bahia), da Série B (Botafogo), e os clubes que estão disputando a Libertadores: Athletico (campeão da Sul-Americana), Atlético-MG (campeão do Brasileiro e da última Copa do Brasil), Palmeiras (campeão da Libertadores), além de Flamengo, Fortaleza, Corinthians, Bragantino, Fluminense e América-MG.

Jogo

Logo aos quatro minutos do primeiro tempo, Lucão do Break ganhou disputa de bola, achou Yago que rolou para Giovanni Augusto encher o pé de perna direita e vencer o goleiro Georgemy.

O Vila melhorou em campo e conseguiu chegar ao empate aos 21 minutos. Matheuzinho cobrou escanteio, o zagueiro Renato cabeceio bem, sem chances para Kozlinski.

No segundo tempo, o Tigre começou melhor. Aos nove minutos, em pressão do time colorado, Matheuzinho cruzou e Lucão cortou com o braço direito, foi quando o juiz marcou pênalti. Arthur Rezende bateu bem e virou a partida.

No finalzinho da partida, aos 44 minutos, Lucão ajeita para Giovanni Augusto, que do meio da rua solta o pé direito para empatar o jogo. Bola ainda bate na trave antes de entrar.

Pênaltis

Nas cobranças de pênaltis, os goianos levaram a melhor, converteram cinco de seis cobranças e avançaram na Copa do Brasil. Para o Guarani, Giovanni Augusto, Lucas Venuto, Nicolas Careca e Lucão do Break marcaram, mas Ronaldo Alves e Rodrigo Andrade perderam.

Já pelo lado vilanovense, Rubens, Arthur Rezende, Matheuzinho, Rafael Donato e Pablo Dyego converteram suas cobranças. Apenas Jean Silva, que havia entrado na segunda etapa não converteu.

FICHA TÉCNICA

Copa do Brasil – segunda fase

Guarani x Vila Nova

Data: 15/03/2022

Horário: 21h30

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)

Arbitragem

Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa

Auxiliar 1: Rogério de Oliveira Braga

Auxiliar 2: Márcio Iglésias Araújo Silva

Quarto Árbitro: João Vitor Gobi

Gols

Guarani: Giovanni Augusto (04’ 1ºT e 44′ 2ºT)

Vila Nova: Renato (21’ 1ºT); Arthur Rezende (09’ 2ºT)

Cartões amarelos

Guarani: Rodrigo Andrade, Índio, Nicolas Careca

Vila Nova: Moacir, Rubens, Wagner

Escalações

Guarani: Kozlinski; Mateus Ludke, João Victor, Ronaldo Alves e Matheus Pereira; Madison (Rodrigo Andrade), Índio (Lucas Venuto) e Giovanni Augusto; Yago (Júlio César), Ronald (Nicolas Careca) e Lucão do Break.

Técnico: Daniel Paulista

Vila Nova: Georgemy; Moacir, Renato, Rafael Donato e Bruno Collaço; Arthur Rezende, Pablo Roberto (Pedro Bambu) e Wagner (Rubens); Matheuzinho, Victor Andrade (Jean Silva) e Pablo Dyego.

Técnico: Higo Magalhães


Leia mais: Atlético vence o Nova Venécia por 2 a 1, fatura R$ 1,9 milhão e avança na Copa do Brasil

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -