20.8 C
Goiânia
terça-feira, 7, dezembro 2021
- Anúncio -

Em Goiânia, vereador apresenta projeto contra violência doméstica e familiar

Juarez Lopes explica que para manter essas pessoas em segurança e protegê-las, faz-se necessário uma proposta como essa e com apoio da sociedade

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Com a incumbência de proteger mulheres, crianças, adolescentes e idosos, o vereador por Goiânia Juarez Lopes (PDT) apresentou à Câmara Municipal de Vereadores projeto que exige que os condomínios residenciais e comerciais da capital denunciem aos órgãos de segurança pública episódios de violência contra esses grupos supracitados.

O parlamentar levou o projeto a seus pares nesta terça-feira (23) e será enviado à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) para seguir o trâmite na Casa doravante.

Juarez Lopes explica que para manter essas pessoas em segurança e protegê-las, faz-se necessário uma proposta como essa e com apoio da sociedade.

“Em briga entre homem e mulher a gente pode e deve sim meter a colher. O mesmo vale para nossas crianças, adolescentes e idosos. Não podemos mais permitir tantos casos de violência serem estampados nos jornais e não fazermos nada. A violência é crime e aquele que cometer essa atrocidade deve ser punido”, pontua.

Na próxima quinta-feira (25) é celebrado o Dia Internacional da Não-Violência contra as Mulheres, uma forma de alertar a população sobre os casos de violência.

Estatísticas revelam que uma em cada três mulheres sofre violência doméstica que acontece independente da condição social, cor, etnia ou religião, violência que está presente em todos os lugares da sociedade.

Ademais, dados revelam que 45% das mulheres em situação de violência sofrem agressões diariamente; e 35% vivenciam a violência semanal. Outro dado grave é que a cada 8 minutos, uma mulher é estuprada no Brasil, de acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2020.

No que se refere às crianças e aos adolescentes, segundo uma pesquisa da UNICEF, entre 2016 e 2020, 35 mil crianças e adolescentes de 0 a 19 anos foram mortos de forma violenta no Brasil – uma média de 7 mil por ano. Além disso, de 2017 a 2020, 180 mil sofreram violência sexual – uma média de 45 mil por ano. A maioria das violências acontece em casa.

Outro grupo que sofre também com a violência são os idosos, dados comprovaram que com o isolamento social imposto pela pandemia da covid-19, o número observado em 2019 aumentou 53%, passando para 77,18 mil denúncias. No primeiro semestre de 2021, o Disque 100 já registrou mais de 33,6 mil casos de violações de direitos humanos contra o idoso, no Brasil.

Pensando nesses números e em vários depoimentos de famílias, o vereador Juarez Lopes almeja aprovar esse projeto perante a seus pares para mitigar esses graves números.


Leia mais: Terceira dose anticovid continua sendo aplicada nesta quinta-feira, em Goiânia

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -