Duas mortes causadas pelo vírus H1N1 são confirmadas, em Goiânia

0
573
Campanha de vacinação contra a gripe termina no dia 31 de maio (Foto: Divulgação)

Duas mortes causadas pelo vírus H1N1 foram confirmadas nesta quinta-feira, 16, em Goiânia, pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Segundo a SMS, as vítimas são um homem de 53 anos, que morreu no dia 24 de abril, e uma idosa de 81 anos que morreu no dia 1º de abril. Estes são os primeiros casos de óbitos causados pela doença confirmados pela pasta neste ano.

Nos dois casos, as vítimas faziam parte do grupo de risco e não foram vacinadas contra a gripe. Ainda de acordo com a SMS, os exames que constaram o vírus H1N1 como causa morte foram feitos no Laboratório Estadual de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-GO).

Em Goiânia, a campanha de vacinação contra a gripe ainda não atingiu a meta de imunizar 90% do público-alvo. O grupo com maior índice de imunização é o dos idosos, mas entre crianças e gestantes a cobertura vacinal ainda é baixa.

Os grupos considerados de risco são os de professores das redes pública, particular e filantrópica, policiais civis, policiais militares, bombeiros, servidores da saúde, puérperas, crianças com idade entre seis meses e seis anos, servidores ativos das Forças Armadas, servidores do sistema prisional, detentos, indígenas e idosos.

Dados da Secretaria Estadual de Saúde revelam que o estado de Goiás está em quarto lugar, no país, com relação ao número de pessoas vacinadas. 1.101.527 vacinas foram aplicadas, ou seja, 59% do total de pessoas que precisam receber a imunização que é de 1.862.979.

Confira aqui a lista dos postos de vacinação.

A Campanha Nacional de Vacinação vai até o dia 31 de maio.  Após o dia 17 de maio, todas as pessoas que fazem parte de algum grupo e ainda não se vacinaram podem receber a imunização em todo o Estado de Goiás.

Leia também:

Segunda,13 começa vacinação para professores e profissionais da segurança : “force-https”,