28.8 C
Goiânia
quarta-feira, 17, julho 2024
- Anúncio -

De olho no Palácio do Planalto, Caiado diz à Veja que respeita governo Lula

Caiado proferiu um discurso num tom moderado numa entrevista à revista Veja

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Com o nome cada vez mais em evidência para uma possível candidatura à presidência da República, em 2026, o governador Ronaldo Caiado (UB) falou com parcimônia no que se refere à sua relação política com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Caiado proferiu um discurso num tom moderado numa entrevista à revista Veja. O político goiano afirmou que é adversário de Lula de há muito, mas que sempre houve respeito de ambas as partes.

“Lula e eu sempre tivemos posições antagônicas, mas de forma respeitosa. Naquela época, não havia marqueteiro, cada um fazia sua campanha, e o debate era mais livre. Nada que saía dali, porém, era de ordem pessoal.”, sublinhou o governador.

Em 1989, Ronaldo Caiado foi candidato a presidente da República. À época, com 40 anos de idade, o médico goiano pôde ter a primeira experiência em disputar um pleito da envergadura do cargo de chefe do Executivo nacional. A votação foi inexpressiva, numericamente, contudo permitiu a Caiado — doravante — despontar como uma das vozes mais exponenciais da direita brasileira.

Ainda à revista, o governador destacou a importância do agronegócio goiano para a economia do estado e do país. Chegou a lembrar que este setor puxou enormemente a economia local, ajudando o Produto Interno Bruto (PIB) goiano a saltar para 6,6%, enquanto o nacional ficou em 2,9%.

Analistas políticos avaliam o comportamento político de Caiado, sobremodo a partir da metade de sua primeira gestão à frente de Goiás, avaliam positivamente e com isso vai aumentando a força de Caiado cada vez mais no cenário nacional.

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -