CMTC retira mais de 200 ônibus de circulação em Goiânia e Região Metropolitana

0
Foto: Divulgação/CMTC

A Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), informou nesta última terça-feira (17), que vai retirar de circulação 220 ônibus que atendem a Região Metropolitana de Goiânia por conta da redução de passageiros em dias úteis.

Segundo o presidente da Companhia, Benjamin Kennedy, a demanda que chegava a 1 milhão de usuários caiu para 320 mil depois dos decretos determinados pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) e acatados pelo prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB). A redução na frota começa a valer a partir desta quarta-feira (18).

Em nota, a CMTC, disse que não há ainda a definição de como ficará a planilha horária, “somente o entendimento de que é preciso operar o transporte com planilha reduzida visando ações para a não propagação do vírus”.

A nota do órgão ainda diz que eles monitoraram a quantidade diária de usuários desde a implementação do plano de contingência ao coronavírus em Goiás nesta segunda-feira (16).

“De acordo com o gráfico que traz o movimento de toda a demanda do transporte, o número de passageiros registrado ontem e hoje sofreu queda significativa quando comparado com a média deste mês. O registro da média em março foi de 522 mil usuários em dia útil, número acima dos 480 mil que é a média também em dia útil registrada nos últimos meses pelo sistema. A segunda-feira (16) teve 394 mil/dia e hoje (17) o registro está em 340 mil passageiros”, informa.

A medida ainda está em fase de teste para saber se atende à demanda atualizada de 320 mil usuários em dias úteis, em 18 cidades no entorno de Goiânia.

Limpeza

A CMTC também informou que a frota já está recebendo reforço na limpeza e higienização antes da operação e nas garagens. Ficou definido que a partir de quinta-feira (20) procedimentos de higienização serão realizados também em terminais quando o ônibus estiver parado aguardando entrar em operação.

Leia mais:

Campeonato Goiano é suspenso por tempo indeterminado em razão do coronavírus