33.8 C
Goiânia
sexta-feira, 24, setembro 2021
- Anúncio -

Caminhoneiros preparam greve nacional com início a partir da próxima segunda-feira

Entre as reinvindicações está a alta dos combustíveis, a efetivação do piso mínimo e a liberação de pedágio para veículos sem carga.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

A classe dos caminhoneiros está organizando uma possível greve para ter início na próxima segunda-feira (26). O presidente do Sindicato dos Transportadores Autônomos de Carga de Goiás (Sinditac), Vantuir Rodrigues, confirmou a intenção de realizar a paralisação por parte dos motoristas goianos. Entre as reinvindicações está a alta dos combustíveis e a insatisfação com promessas não cumpridas pelo Governo Federal.

Além da alta dos combustíveis, a efetivação do piso mínimo e a liberação de pedágio para veículos sem carga também estão entre as reivindicações. No início de julho, a Petrobras fez um reajuste de 6,3% sobre a gasolina e 5,9% sobre o diesel. Houveram pelo menos cinco reajustes desde o início do ano.

Em fevereiro de 2021, os caminhoneiros tentaram realizar uma greve, porém, na ocasião, o movimento não vingou. Apenas alguns representantes da classe optaram pela paralisação. Desta vez, pelo movimento apresentado, principalmente pelas redes sociais, é possível que a adesão seja maior por parte dos motoristas.


Leia mais: Se a taxa de lixo for aprovada em Trindade, será de “centavos por mês”, diz secretário do Meio Ambiente

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -