Bolsonaro diz que intenção de hackers é atingir a Lava-Jato

0
319
O presidente Jair Bolsonaro participa da entrega de medalhas da Olimpíada Internacional de Matemática Sem Fronteiras 2019, no Colégio Militar da Polícia Militar V, em Manaus.

A invasão de telefones de autoridades é crime, segundo Otávio Rêgo Barros, porta-voz do presidente Jair Bolsonaro, em referência a interceptação de comunicações privadas do ministro Sergio Moro e outras autoridades.

O caso é investigado pela Polícia Federal onde quatro suspeitos foram presos na semana passada. Essa ação que o presidente se pronunciou que a intenção dos hackers é atingir a Laja-Jato, o ministro Sergio Moro, atingir a minha pessoa (Bolsonaro), tentar prejudicar o governo. Disse novamente que a invasão de telefones é crime. Walter Delgatti Neto é o principal suspeito de invadir as comunicações privadas de autoridades.

Em depoimento ele afirmou que entregou o conteúdo das mensagens ao jornalista norte-americano Glenn Greenwald e não foi pago para isso. O fundador do site The intercept Greenwald divulgou as trocas de mensagens enviadas a procuradores da Lava Jato e ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Bolsonaro disse no fim de semana que Glenn Greenwald entre em cana aqui no Brasil. Envolve um assunto pessoal do presidente diz o porta-voz do governo.