Desativação do ‘Olho na Bomba’ mostra que transparência e informação incomodam

0

Nesta terça-feira,9, a jornalista Rosane Kotoski destacou no Jornal Primeira Hora que a desativação do aplicativo Olho na Bomba, que informava em tempo real preços de combustíveis em Goiás, representa prejuízo para o consumidor que já estava acostumado a acompanhar o preço dos combustíveis em tempo real na tela do celular.

Rosane Kotoski destaca que informação e transparência quando o assunto é preço dos combustíveis incomoda. O aplicativo ‘Olho na Bomba’ foi criado pela Universidade Federal de Goiás (UFG) em parceria com o Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO)

Ouça o comentário de Rosane Kotoski sobre desativação do ‘Olho na Bomba’:

Leia também:

Iris manda recado ; se não sabe brincar não desce para o play