29.7 C
Goiânia
sexta-feira, 3, dezembro 2021
- Anúncio -

Ao lado de vereadores, Rogério Cruz diz que o MDB não deixou o Paço, mas “Daniel e seu grupo”

Os seis vereadores pelo MDB em Goiânia (Dr. Gian, Anselmo Pereira, Kleybe Morais, Clécio Alves, Izidio Alves e Henrique Alves), estiveram presentes durante o pronunciamento.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Em coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (05), após a diretoria do MDB oficializar o rompimento com o Paço Municipal, anunciando a saída de 14 secretários, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), afirmou que o MDB não está saindo da gestão, “apenas Daniel Vilela e seu grupo”, disse. Os vereadores de Goiânia pelo MDB (Dr. Gian, Anselmo Pereira, Kleybe Morais, Clécio Alves, Izidio Alves e Henrique Alves), estiveram presentes durante o pronunciamento.

De acordo com Rogério Cruz, o apoio dos vereadores do MDB é “a prova” de que a gestão não está expulsando membros do partido. “Não podemos confundir o legado do nosso eterno ministro Iris Rezende com o trabalho de Daniel Vilela. […] Respeito demais o Daniel, mas ele precisa entender que não foi eleito, mas o pai dele”, disse o prefeito de Goiânia.

Plano de governo

Ainda durante o discurso que, durou pouco mais de cinco minutos, Cruz afirmou que o Plano de Governo definido para Goiânia é da coligação e, segundo Cruz, ele será cumprido. “Determinei ao secretário de governo que editasse um decreto de governança para dar mais transparência ao uso do dinheiro público. Ao contrário do que disse Daniel, não é o secretário de Governo [Arthur Bernardes] quem decide as prioridades e a gestão, sou eu. Talvez seja isso que incomodou algumas pessoas”, disse.

Após o Paço cancelar contratos com empresa que realizava o recapeamento do asfalto em Goiânia por, de acordo com a gestão, suspeitas de irregularidades, Rogério Cruz se defendeu. “No meu governo não aceito corrupção. Não posso ignorar uma suspeita levantada por quase metade da Câmara de vereadores sobre contrato de asfalto. A função dos vereadores é fiscalizar”, afirmou o prefeito.

Também estava presentes no pronunciamento, parte do secretariado (novo e que ainda se mantém no Paço), vereadores e suplentes de vereadores, em grande parte, do MDB, além do deputado federal e presidente do Republicanos em Goiás, João Campos.


Leia mais: MDB oficializa rompimento com Rogério Cruz em carta aberta: “Não seremos cúmplices”

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -