16.8 C
Goiânia
segunda-feira, 27, maio 2024
- Anúncio -

Adson Batista afirma que foi “sofrível” e lamenta nova derrota do Atlético-GO na Série A

Apesar do início ruim, Adson Batista afirmou que não irá ‘mudar tudo’ no clube

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O Atlético Goianiense segue sem pontuar na Série A do Campeonato Brasileiro. O rubro-negro recebeu o São Paulo na noite deste último domingo (21), no estádio Antônio Accioly, e foi superado na terceira rodada. O Dragão perdeu por 3 a 0, com gols de Calleri, Luciano e Ferreirinha, e com isso permanece na zona do rebaixamento.

“Foi um dia sofrível, péssimo para o Atlético, como há muito tempo não acontecia. Não vou culpar a arbitragem. A arbitragem atuou normalmente. Eu vi o lance (da expulsão) na televisão. Até o Jair, comandante, se abateu durante o jogo e se entregou, acho que nem ele esperava. Fizemos um primeiro tempo sofrível, ficou barato demais o placar de 1 a 0”, disse Adson Batista, presidente do Atlético Goianiense, após o jogo.

Apesar do início ruim, Adson Batista afirmou que não irá ‘mudar tudo’, mas disse que o ‘sinal de emergência’ precisa ser ligado internamente. O Atlético Goianiense terá uma semana de treinamento até voltar aos gramados, para enfrentar o Internacional, no estádio Beira-Rio, no próximo domingo (28).

“A gente tem que ligar o sinal para nós mesmos. Não é negócio de achar que tem que mudar tudo, não é assim. Temos que tirar conceitos. O Jair (Ventura) que é uma referência no vestiário, se abateu, ficou triste o jogo todo e sentiu muito. Nós não conseguimos melhorar. Agora é hora de olhar pra dentro, fazer uma grande reflexão, avaliar as coisas e não caçar culpados. Tem dia que as coisas são assim, vamos dar confiança, recuperar nosso time e temos que entender que o São Paulo fez uma partida perfeita”, completou Adson Batista.

- Anúncio -
Array
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -