28.8 C
Goiânia
sábado, 22, janeiro 2022
- Anúncio -

Wagner chega empolgado ao Vila e garante estar 100% física e mentalmente

Jogador revela recuperação completa após lesão no joelho e espera grande temporada vestindo a camisa do Vila Nova

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O Vila Nova apresentou oficialmente o meia Wagner como novo reforço para o ano de 2022. Apesar de ainda não estar confirmado com a camisa 10, Wagner admite que chega com grande responsabilidade ao Tigre e garante que vai se dedicar ao máximo para cumprir todas as expectativas sobre o seu futeboç:

“Pela trajetória que eu tenho, com certeza vai ter uma cobrança a mais. Mas estou preparado, já vesti muitas camisas pesadas como essas, substituí grandes jogadores. Quando você tem algo a acrescentar, a cobrança é natural. Estou com muita fome de bola, vou dedicar ao máximo para chegar ao campo e dar resultado”.

Outro fato que deixa o experiente meia bastante animado é o fato de o Vila Nova ter conseguido manter a base que atuou na temporada passada. Para ele, isso pode ser o diferencial para um ano ainda mais positivo:

“A base do ano passado é muito importante para manter o jeito de jogar, manter um padrão de uma equipe que terminou bem a temporada. Eu chego para somar, espero me adaptar o quanto antes para ajudar na caminhada do Vila nesta temporada”.

Wagner garante também estar bem após perder grande parte do último ano devido a uma lesão grave no joelho: “Estou 100% recuperado. Foi uma das piores lesões que um jogador de futebol pode ter. Mas a minha cirurgia e a recuperação muito bem feitas me deram condição de voltar. Estou mais forte, joelho está 100%, o corpo está bem, mentalmente estou voando. Vai dar tudo certo”.

CONCORRÊNCIA ACIRRADA

Além de Wagner, o Tigrão trouxe também outro meia de bastante qualidade. Matheusinho, ex-Dragão e que estava justamente no Juventude, último time de Wagner também. O meia comemora a reedição da parceria e prevê uma dor de cabeça boa para o técnico Higo Magalhães:

“Não vejo problema, aliás, vejo solução. O Matheusinho é um jogador de excelente técnica, de futebol fácil, que sabe chutar. É uma dor de cabeça boa para o professor, que tem jogadores com qualidade, é o que todo treinador quer no futebol”.

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -