STJ determina que médium João de Deus volte à prisão

0

A sexta turma do Superior Tribunal de Justiça(STJ) determinou por 4 votos a 1, nesta terça-feira, 4 o retorno do médium João de Deus à prisão.

Os ministros Saldanha Palheiro, Laurita Vaz, Rogério Scheitti  e  Néfi Cordeiro, negaram o pedido de prisão domiciliar impetrado pela defesa do médium, e cancelar o parecer da autorização de internação no Instituto Neurológico de Goiânia.

Somente o ministro Sebastião Reis Junior, aprovou a substituição da prisão preventiva para a prisão domiciliar e aplicação de outras cautelas, como e entrega do passaporte.

João de Deus foi preso no dia 16 de dezembro. Acusado de abusos sexuais, ele sempre negou os crimes.