10.8 C
Goiânia
sexta-feira, 20, maio 2022
- Anúncio -

Serra Dourada deve ficar pronto em julho; secretário Rahif explica detalhes

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O Serra Dourada anualmente passa por reformas e reparos. Mas em 2019 o estádio teve uma importante modificação que alterou sua capacidade. A reforma que antecedeu ao duelo de outubro entre Goiás x Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro, atualizou a estrutura da praça esportiva, seguindo normas de segurança do Corpo de Bombeiros. O estádio então passou de 33 mil para 42 mil lugares. Após o fim do Brasileirão as obras voltaram. Novos reparos acontecem. As modificações agora são na acessibilidade para deficientes físicos, já concluída, e a readequação da iluminação, seguindo os novos padrões exigidos pela CBF, ainda em execução.

O Serra Dourada é de responsabilidade da Secretaria de Esporte e Lazer, que tem no comando o secretário Rafael Rahif. E ele conversou com as Feras do Esporte para descrever a situação do estádio, que está próximo garantir autorização para receber jogos do Brasileirão 2020. A expectativa é que tudo fique pronto até julho.

Confira a entrevista com o secretário de Esporte e Lazer, Rafael Rahif:

Bruno Daniel entrevista o secretário Rafael Rahif. (Foto: Rádio Bandeirantes Goiânia)

Como está o trabalho de reforma do Serra Dourada? 

Rahif: Nós estamos, na medida do possível, mesmo com as contenções de gastos, ainda sim trabalhando no sentido de atualizar, modernizar e fazer trabalhos necessários dentro Serra Dourada. Lógico, atentando sempre ao isolamento e as preocupações que a gente tem que ter com o coronavírus. Mas nós fizemos ali a mudanças em vários lugares do Serra. Colocamos corrimão em rampas de acesso. Olhamos também toda a parte de acessibilidade para os portadores de deficiências físicas. 

O que foi acrescentado ao estádio?

Rahif: Todo o trabalho que não foi feito ao longo do tempo faz com que o Serra Dourada fosse perdendo a sua capacidade de público, pela falta de segurança. Agora, com esses trabalhos, pulamos de três portões de saída de emergência para doze. Segurança, acessibilidade, guarda-corpo, corrimão e muito mais. Nós criamos uma situação onde o Corpo de Bombeiros tem condição de nos qualificar para receber os torcedores com mais segurança.

Qual o combinado com a CBF?

Rahif: É um projeto que já temos trabalhado desde o começo do ano passado. É um valor alto. Uma exigência que a CBF nos fez com um cronograma para 2019, 2020 e 2021. Tínhamos que fazer um trabalho para aumentar a capacidade de luminosidade do estádio. O objetivo era chegar a 800 lux em 2019; 1600 lux em 2020; e 2400 para 2021. Nós já estamos bem adiantados com o processo licitatório para que o Serra Dourada fique pronto já para o Campeonato Brasileiro de 2021. Ou seja, colocando a iluminação necessária e que foi imposta pela CBF e FIFA já para o ano de 2021.

As obras foram prejudicadas por conta da pandemia?

Rahif: Esse processo encontra-se em tramitação, mesmo com todas as dificuldades que nós estamos tendo. Estamos trabalhando com o regime de folga de funcionários. Um regime de teletrabalho e sobreaviso. Então a secretaria conta com poucos funcionários e estamos dando continuidade a todo esse processo.

Goiânia Arena

O que ficou acordado entre Governo e Secretaria para auxílio à OVG?

Rahif: Eu costumo dizer que o estado todo é uma equipe. Todas as secretarias, todos os órgãos trabalham sempre em muita sintonia e com muito trabalho. E nós cedemos o espaço do Goiânia Arena para que abrigasse, a pedido da Adriana, da OVG, e da presidente da OVG, a dona Gracinha Caiado, as cestas que foram doadas. E foi um volume muito grande e que ainda continua. Nós ainda recebemos doações. Abraçamos a causa e fizemos uma logística para fazer a distribuição para todo o interior, o que é muito complexo.

Como ocorreram as entregas?

Rahif: Fizemos todo o trabalho de entrega de cestas para mais de 160 cidades e queremos chegar nos 246 municípios com as cestas que foram doadas e colocadas aqui no Goiânia Arena. É uma logística muito complexa e muito pesada. Exigiu de nós um esforço muito grande e um esforço de toda a equipe. Nós passamos praticamente o dia todo aqui, então aí além das funções administrativas que temos, nós já pegamos essa função de fazer a distribuição das cestas no estado.

Foto: Divulgação

Futebol é com a Bandeirantes!

Siga as Feras do Esporte no Instagram e acompanhe diariamente o conteúdo que vai ao ar em 820 AM. Veja o estúdio ao vivo pelos perfis da Rádio Bandeirantes no YouTube e Facebook.

10h às 12h – Esporte Notícia
12h às 14h – Esporte em Debate
17h às 19h – Band Esporte Clube
19h às 20h – Panorama Esportivo
21h às 22h – Apito Esportivo

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -