30.8 C
Goiânia
quinta-feira, 23, maio 2024
- Anúncio -

Enel deve restabelecer serviço de religação de urgência em 4h

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Decisão liminar concedida pelo juiz titular da 17ª Vara Cível e Ambiental de Goiânia, Nickerson Pires Ferreira, determina que a Enel restabeleça serviços de religação de urgência de energia elétrica nas cidades do Estado de Goiás. O prazo estipulado para o restabelecimento nas unidades consumidores em área urbana é de quatro horas. Na zona rural, o prazo é de oito horas.

A determinação é resultado de uma Ação Civil Pública propostas em conjunto pelo Procon Goiás, Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO) e Ministério Público de Goiás (MP-GO).

Caso a decisão seja descumprida, a Enel está sujeita à multa de R$ 10 mil por infração. A empresa terá prazo de 15 dias para apresentar resposta. Desde outubro de 2018, o serviço de religação de urgência foi interrompido pela Enel no interior do Estado, ficando disponível apenas à capital.  A decisão ainda será julgada no mérito. A ação foi protocolizada no dia 30 de maio.

Em nota, a Enel Distribuição Goiás informou que ainda não foi notificada da decisão e informou que o serviço de religação de urgência é facultativo e atualmente não está disponível no Estado.

“A companhia esclarece que é uma empresa de concessão federal, portanto, regida por leis federais e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), órgão regulador nacional do setor elétrico. Conforme resolução da Aneel, o serviço de religação de urgência é facultativo e atualmente não está disponível no Estado”, explicou a empresa em nota enviada à imprensa.

Leia também:

O que fazer com os R$ 500 do FGTS ?

Veja como consultar saldo do FGTS ?

- Anúncio -
Array
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -