Região da 44 deve movimentar R$ 1 bilhão até o fim de dezembro

0

A expectativa de pagamento da primeira parcela do décimo terceiro nos próximos dias, férias e até mesmo outros bônus nos salários faz girar a roda da economia e isso não é novidade.

Quanto mais dinheiro a população tem no bolso, mais o comércio deve vender.

Agora imagine um comércio que já é pujante. Assim é a região da Rua 44, em Goiânia.

E as pretensões para o período de Natal e Ano Novo não são nada modestas: Cerca de 3 milhões de pessoas devem fazer comprar no local, segundo expectativa da Associação Empresarial da Região da 44.

Crise econômica   

Crise é uma palavra que não existe no vocabulário dos comerciantes da 44. Eles esperam vender entre 8% e 12% a mais do que no mesmo período do ano passado. Em 2019 as cifras devem ficar entre R$900 milhões e R$ 1 bilhão entre novembro e dezembro.

Segurança

Motivo de reclamação por causa de grandes aglomerações, a segurança na região da 44 foi reforçada para receber os compradores da capital e de diversas partes do país.

Desde o início do mês de novembro, a Guarda Civil Metropolitana em conjunto com outros órgãos estaduais e municipais reforçam a segurança e fiscalização no local na “Operação Boas Compra”.

A força -tarefa que vai atuar até 31 de dezembro deste ano atua retirando ambulantes das ruas, veículos estacionados em locais proibidos e orienta a população.

Transporte

A novidade para compradores este ano é o transporte gratuito que o CityBus 2.0 está oferecendo.

De quinta-feira a sábado,  das 8h às 15h os clientes da 44 poderão se deslocar entre a Avenida Contorno, Rua 44 e Estação da Moda.

A parceria entre a Estação da Moda Shopping e HP Transportes renderá um estudo para avaliar se o serviço será mantido de forma gratuita.

Leia mais:

Operação intensifica segurança na região da 44 no final do ano